PRODUÇÃO CIENTÍFICA EM RELAÇÕES DE TRABALHO E GESTÃO DE PESSOAS (2000/2017)

Resumo

As conexões entre Relações de Trabalho (RT) e Gestão de Pessoas (GP) são inevitáveis, visto que ambas envolvem interações em contexto de trabalho. Este estudo objetivou mapear a produção científica das áreas, dos anos 2000 a 2017, dos artigos indexados na base de dados Web of Science (WoS). A partir de análise bibliométrica quantitativa-descritiva, examinou-se o comportamento da literatura nacional e internacional em relação a sua distribuição temporal, por idioma e por periódicos, bem como frequência de autoria e de palavras-chaves. Como principais resultados, evidenciam-se: crescimento expressivo nas publicações; predomínio de publicações e periódicos em inglês e oriundos do Reino Unido e da América do Norte; e prevalência do inglês como língua de origem dos principais autores. Como temáticas destacaram-se: relações com os sindicatos, inovação e estudos focados em países com economia em expansão (no contexto internacional); mercado de trabalho, sustentabilidade, cultura e clima organizacional, diversidade, expatriação (no contexto nacional).

Biografia do Autor

Catia Eli Gemelli, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul/Campus Osório. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Professora de Administração no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul/Campus Osório. Doutoranda em Administração na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, área Gestão de Pessoas e Relações de Trabalho.
Aline Mendonça Fraga
Doutoranda em Administração na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, área Gestão de Pessoas e Relações de Trabalho.
Vanessa Amaral Prestes
Doutoranda em Administração na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, área Gestão de Pessoas e Relações de Trabalho.

Referências

ARAÚJO, R. F.; ALVARENGA, L. A Bibliometria na Pesquisa Científica da Pós-Graduação Brasileira de 1987 a 2007. Encontros Bibli: Revista Eletrônica de Bibliometria e Ciência da Informação, v. 16, n. 31, p. 51-70, 2011. <https://doi.org/10.5007/1518-2924.2011v16n31p51>

ARCHAMBAULT, É.; CAMPBEL, D.; GINGRAS, Y.; LARIVIÉRE, V. Comparing Bibliometric Statistics Obtained From the Web of Science and Scopus. Journal of the American Society for Information Science and Technology, v. 60, n. 7, p. 1320-1326, 2009. <https://doi.org/10.1002/asi.21062>

ARMOND, L. P.; CÔRTES, F. G.; SANTOS, F. A. M.; DEMO, G.; MENESES P. P. Gestão estratégica de pessoas: revisão da produção nacional de 2006 a 2015 e agenda de pesquisa para o contexto brasileiro. In: Encontro da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Administração. Anais... Costa do Sauipe, BA, Brasil, 2016.

BARBOSA, A. C. Q. Relações de trabalho e recursos humanos em busca de identidade. RAE - Revista de Administração de Empresas, v. 45, n. Especial, p. 121-126, 2005. <http://dx.doi.org/10.1590/S0034-75902005000500010>

BARRETO, L. M. T. S.; SILVA, M. P.; FISCHER, A. L.; ALBUQUERQUE, L. G.; AMORIM, W. A. C. Temas Emergentes em Gestão de Pessoas: Uma análise da produção acadêmica. Revista de Administração da UFSM, v. 4, n. 1, p. 215-232, 2011. <http://dx.doi.org/10.5902/198346592401>

BASU, A. Does a country’s scientific ‘productivity’ depend critically on the number of country journals indexed? Scientometrics, v. 82, n. 3, p. 507–516, 2010. <https://doi.org/10.1007/s11192-010-0186-8>

BELCHIOR, C. A. A terceirização precariza as relações de trabalho? O impacto sobre acidentes e doenças. Revista Brasileira de Economia, v. 72, n. 1, p. 41-60, 2018. <http://dx.doi.org/10.5935/0034-7140.20180003>

BOON, C.; ECKARDT, R.; LEPAK, D.; BOSELIE, P. Integrating strategic human capital and strategic human resource management. The Internacional Jounal of Human Resource Management, v. 29, n. 1, p. 34-67, 2017. <https://doi.org/10.1080/09585192.2017.1380063>

BOXALL, P. The future of employment relations from the perspective of human resource management. Journal of Industrial Relations, n. 56, v. 4, p. 578-593, 2014. <https://doi.org/10.1177/0022185614527980>

BRASIL. Lei Nº 13.429, de 31 de março de 2017.Altera dispositivos da Lei no 6.019, de 3 de janeiro de 1974, que dispõe sobre o trabalho temporário nas empresas urbanas e dá outras providências; e dispõe sobre as relações de trabalho na empresa de prestação de serviços a terceiros, 2017.

CALDAS, M.; TONELLI, M. J.; LACOMBE, B. Espelho, espelho meu: meta-estudo da produção científica em Recursos Humanos nos ENANPADs da década de 90. In: Encontro Nacional Associação Nacional Dos Programas De Pós-Graduação Em Administração. Anais... Salvador, BA, Brasil, 2002.

CARVALHO NETO, A. Relações de Trabalho e Gestão de Pessoas: Entre o macro e o micro? Provocações epistemológicas. REGE – Revista de Gestão, v. 19, n. 2, p. 297-306, 2012. <https://doi.org/10.5700/rege464>

CARVALHO NETO, A.; SANT'ANNA, A. S. Relações de Trabalho e Gestão de Pessoas, dois lados de uma mesma moeda: vinculações sob a ótica do fenômeno da liderança. Revista Gestão & Tecnologia, v. 13, n. 2, p. 2-20, 2013. <https://doi.org/10.20397/2177-6652/2013.v13i2.531>

CASSUNDÉ, F. R.; BARBOSA, M. A.C.; MENDONÇA, J. R. C. Terceirização e Precarização do Trabalho: Levantamento Bibliométrico sobre os Caminhos Críticos da Produção Acadêmica em Administração. TPA - Teoria e Prática em Administração, v. 6, n. 1, p. 172-194, 2016. <https://doi.org/10.21714/tpa.v6i1.28019>

COSTA, B. S.; COSTA, S. DE S.; CINTRA, C. L. D. Os possíveis impactos da reforma da legislação trabalhista na saúde do trabalhador. Revista Brasileira de Medicina do Trabalho, v. 16, n. 1, p. 109-117, 2018. <http://dx.doi.org/10.5327/Z1679443520180097>

CHUEKE, G. V.; AMATUCCI, M. O que é bibliometria? Uma introdução ao Fórum. Revista Eletrônica de Negócios Internacionais, v. 10, n. 2, p. 1-5, 2015. <http://dx.doi.org/10.18568/1980-4865.1021-5>

DELBRIDGE, R.; HAUPTMEIER, M.; SENGUPTA, S. Beyond the enterprise: broadening the horizons of International HRM. Human Relations, v. 64, n. 4, p. 483-505, 2011. <https://doi.org/10.1177/0018726710396388>

DEMO, G.; FOGAÇA, N.; FERNANDES, T.; SÁ, P. Políticas e práticas de gestão de pessoas: revisão bibliométrica da produção nacional em periódicos de primeira linha e institucionalização da pesquisa no Brasil entre 2010 e 2014. In: Encontro de Gestão de Pessoas e Relações de Trabalho. Anais... Salvador, BA, Brasil, 2015.

DEMO, G.; NUNES, I.; MENDES, N.; FERREIRA, L.; MELO, B. Políticas de gestão de pessoas: cenário dos estudos publicados nos periódicos da área de Administração. Organizações em contexto, v. 7, n. 14, p. 57-84, 2011. <http://dx.doi.org/10.15603/1982-8756/roc.v7n14p57-84>

DEMO, G.; FOGAÇA, N.; COSTA, A. C. Políticas e práticas de gestão de pessoas nas organizações: cenário da produção nacional de primeira linha e agenda de pesquisa. Cadernos EBAPE, v. 16, n. 2, p. 259-263, 2018. <http://dx.doi.org/10.1590/1679-395159073>

FERRAZ, D. L. S.; OLTRAMARI, A. P.; PONCHIROLLI, O. Gestão de pessoas e relações de trabalho. São Paulo: Atlas, 2011.

FISCHER, R. M. Pondo os pingos nos is, sobre relações do trabalho e políticas de administração de recursos humanos. In: FLEURY, M. T.; FISCHER, R. M. Processos relações do trabalho no Brasil. São Paulo: Atlas, 1987.

FREITAS, W. R. DE S.; SOUZA, M. T. S.; TEIXEIRA, A. A.; JABBOUR, C. J. C. Produção científica sobre gestão de recursos humanos e sustentabilidade: síntese e agenda de pesquisa. Revista de Ciências da Administração, v. 15, n. 36, p. 11-27, 2013. <http://dx.doi.org/10.5007/2175-8077.2013v15n36p11>

GALLON, S.; BITENCOURT, B. M.; CAMILLIS, P. K.; SCHEFFER, A. B. B. Gestão de pessoas: o que andam falando por aí? Uma metanálise sobre os estudos de gestão de pessoas na área de produção. Sociais e Humanas, v. 26, n. 3, p. 588-607, 2013.

KAUFMAN, B. The role of economics and industrial relations in the development of the field of personnel/human resource management. Management Decision, v. 40, n. 10, p. 62-979, 2002.

KAUFMAN, B. E. The theoretical foundation of industrial relations and its implications for labor economics and human resource management. Industrial and Labor Relations Review, v. 64, n. 1, p. 74-108, 2010. <https://doi.org/10.1177/001979391006400104>

LACOMBE, B. M. B.; TONELLI, M. J. O discurso e a prática: o que nos dizem os especialistas e o que nos mostram as práticas das empresas sobre os modelos de gestão de recursos humanos. RAC - Revista de Administração Contemporânea, v. 5, n. 2, p. 157-174, 2011. <http://dx.doi.org/10.1590/S1415-65552001000200008>

LEGGE, K. Human Resource Management: Rhetorics and Realities. New York: Anniversary Edition, Palgrave Macmillan, 2005.

MACÊDO, D.; OLIVEIRA, R. S.; ATAIDE, J. A. R.; GOMES, C. M. F.; SANTOS, J. M.; COSTA, A. C. S. Gestão de Pessoas e Relações de Trabalho: análise da produção científica publicada nos anais do ENGPR. Revista Brasileira de Administração Científica, v. 7, n. 3, p. 66-80, 2016.

MARRAS, J. P. Administração de recursos humanos: do operacional ao estratégico. São Paulo: Saraiva, 2016.

MASCARENHAS, A. O.; BARBOSA, A. C. Q. Produção Científica Brasileira em Gestão de Pessoas no período 2000-2010. RAE - Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 53, n. 1, p. 35-45, 2013. <http://dx.doi.org/10.1590/S0034-75902013000100004>

MENEGHINI, R. The benefits of and challenges for publishing scientific journals in and by emerging countries. EMBO Reports, v. 13, n. 2, p. 106-108, 2012. <http://dx.doi.org/ 10.1038/embor.2011.252>

MENESES, P. P. M.; COLEHO JÚNIOR, F. A.; FERREIRA, R. R.; PASCHOAL, T.; SILVA FILHO, A. I. A produção científica brasileira sobre a gestão de recursos humanos entre 2001 e 2010. RAM - Revista de Administração Mackenzie, v. 15, n. 4, p. 110-134, 2014. <http://dx.doi.org/10.1590/1678-69712014/administracao.v15n4p110-134>

MONGEON, P.; PAUL-HUS, A. The journal coverage of Web of Science and Scopus: a comparative analysis. Scientometrics, v. 106, n. 1, p. 213-228, 2016.

OLTRAMARI, A. Carreira: panorama de artigos sobre o tema. In: Encontro Nacional Associação Nacional Dos Programas De Pós-Graduação Em Administração. Anais... Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 2008.

OLIVEIRA, A. A. D.; LIMA, C. S. L.; MORAIS, K. K. C. Bibliometria e metassíntese de estudos sobre trabalho publicados na revista Psicologia & Sociedade. Psicologia & Sociedade, v. 28, n. 3, p. 572-581, 2016. <http://dx.doi.org/10.1590/1807-03102016v28n3p572>

PASSOS, R. F.; VIDA, W. C. L. Tendência de Publicação e Impacto de Artigos em Inglês em Revistas Brasileiras, Alemãs, Espanholas e Francesas. In: Workshop de Editoração Científica. Anais... Campos do Jordão, SP, Brasil, 2014.

PARENTE, T. C.; FISCHER, A. L. A Relação entre Recursos Humanos e Sustentabilidade como tema emergente: Uma análise bibliométrica. Revista Alcance, v. 21, n. 3, p. 398-421, 2014. <http://dx.doi.org/10.14210/alcance.v21n3.p398-421>

PACKER, A. Os periódicos brasileiros e a comunicação da pesquisa nacional. Revista USP, v. 89, n. Especial, p. 26-61, 2011. <https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i89p26-61>

PATTON, W. D. Teaching Labor Relations. Review of Public Personnel Administration, v. 14, n. 4, p. 52-64, 1994. <https://doi.org/10.1177/1052562910383967>

PAAUWE, J.; BOON, C. Strategic HRM: A critical review. In: D. COLLINGS; G. WOOD; L. SZAMOSI (Eds.), Human Resource Management: A critical introduction. Routledge, 2018.

RODRIGUES, R. S.; QUARTIERO, E.; NEUBERF, P. Periódicos Científicos Brasileiros Indexados Na Web Of Science E Scopus: estrutura editorial e elementos básicos. Informação e Sociedade: Estudos, v. 25, n. 2, p. 117-138, 2015.

ROGERS, M. Problems of human relations in industry. Sociometry, v. 9, n. 4, p. 350-371, 1946. <https://doi.org/10.2307/2785500>

SARSUR, A. M.; CRUZ, M. V. G.; AMORIM, W. A. C.; FISCHER, A. R.; KASSEM, M. R. Gestão de Recursos Humanos e Relações de Trabalho no Brasil: a emergência da crise. Proceedings of the II International Meeting of ISSOW, p. 314-330, 2017.

SILVA, N. B., ORSI; A.; NAKATA, L. E. Análise da Produção Acadêmica sobre Gestão Internacional de Recursos Humanos entre 2001 e 2011. ReCaPe - Revista de Carreiras e Pessoas, v. 3, n. 3, p. 50-60, 2013. <https://doi.org/10.20503/recape.v3i3.17703>

TONELLI, M. J.; CALDAS, M. P.; LACOMBE, B. M. B.; TINOCO, T. Produção acadêmica em recursos humanos no Brasil: 1991-2000. RAE - Revista de Administração de Empresas, v. 43, n. 1, p. 1-18, 2003. <http://dx.doi.org/10.1590/S0034-75902003000100011>

TONELLI, M. J.; WILNER, A. Tendências na área de gestão de pessoas. GV-Executivo, v. 17, n. 4, p. 3, 2018.

TORRES, C. C.; FERREIRA, M. C.; FERREIRA, R. R. Trabalhadores descartáveis? Condição de terceirização e mal-estar no trabalho. Estudos e Pesquisas em Psicologia, v. 16, n. 3, p. 725-735, 2016. <https://doi.org/10.12957/epp.2016.31446>

URBIZAGASTEGUI, R. A.; RESTREPO-ARANGO, C. Crescimento da literatura sobre bibliometria, informetria e cientometria no Brasil. Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação e Biblioteconomia, v. 12, n. 2, p. 2-31, 2017. <https://doi.org/10.22478/ufpb.1981-0695.2017v12n2.36834>

WOOD JR, T.; TONELLI, M. J.; COOKE, B. Colonização e neocolonização da gestão de recursos humanos no Brasil (1950-2010). RAE - Revista de Administração de Empresas, v. 51, n. 3, p. 232-243, 2011. <http://dx.doi.org/10.1590/S0034-75902011000300004>

WRIGHT, P. M.; DUNFORD, B. B.; SNELL, S. A. Human resources and the resource based view of the firm. Journal of Management, v. 27, n. 6, p. 701-721, 2001. <https://doi.org/10.1177/014920630102700607>

ZHU, D.; CUNNINGHAM, S.; PORTER, A. L.; CARLISIE, J. A process for mining science & technology documents databases, illustrated for the case of "knowledge discovery and data mining". Ciência da Informação, v. 28, n. 1, 1999. <http://dx.doi.org/10.1590/S0100-19651999000100002>

Publicado
2019-08-16
Seção
Artigos