CONTROVÉRSIAS A RESPEITO DA TEORIA DA CAUSA MADURA: REPERCUSSÕES DE SEU REGRAMENTO LEGAL NO NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL.

Sandir Chaves de Aguiar

Resumo


RESUMO

 

A Teoria da Causa Madura é um salutar e benéfico mecanismo de desobstrução de tutela jurisdicional, manejada para cassar sentenças que extinguiram processos sem resolução de mérito. Tal teoria possibilita rechaçar o óbice que impediu às partes de terem um pronunciamento definitivo a respeito dos pontos nucleares das questões postas para apreciação do Poder Judiciário. A nova codificação processual civil modificou pontos fundamentais desse instituto, que, desde seu ingresso no ordenamento jurídico brasileiro, suscitou inúmeras discussões doutrinárias que persistem até hoje. O presente estudo cuidará de analisar as controvérsias doutrinárias que permeiam a aplicação da Teoria da Causa Madura, se posicionando de forma a buscar soluções em consonância com os Princípios Constitucionais do Processo. O estudo será realizado por meio do método dedutivo, da investigação indireta, utilizando fontes bibliográficas e jurisprudenciais. A pesquisa conclui que a referida teoria apresenta-se como um método eficiente de se alcançar a efetiva prestação jurisdicional.

 

Palavras-chave: Teoria da Causa Madura. Novo Código de Processo Civil. Apelação. Teoria Geral dos Recursos.


Texto completo:

PDF

Referências


REFERÊNCIAS

BECKER, Rodrigo; TRIGUEIRO, Victor. A teoria da causa madura no agravo de instrumento. Disponível em: . Acesso em: 20 mai. 2017.

CÂMARA, Alexandre Freitas. O Novo Processo Civil Brasileiro. 3. ed. São Paulo: Grupo Gen, 2017.

SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA. RMS: 24433 RS 2007/0135152-5. Relator: Ministro Nefi Cordeiro. DJ. 22/06/2015.

DIDIER JUNIOR, Fredie. Curso de Direito Processual Civil, vol.3, 17. ed. Salvador: Ed JusPODIVM, 2016.

MEDINA, José Miguel Garcia. Novo Código de Processo Civil Comentado. 2. ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2015.

NEGRÃO, Theonito et al. Novo Código de Processo Civil e Legislação Processual em vigor. 47. ed. São Paulo: Saraiva, 2016.

NEVES, Daniel Amorim Assumpção. Manual de Direito Processual Civil. 9. ed. Salvador: Ed. JusPodivm, 2017. ______. Novo CPC comentado. 1. ed. Salvador: Ed. JusPodivm, 2016.

ROGRIGUES, Marcelo Abelha. Manual de Direito Processual Civil. 5 ed., São Paulo: Revista dos Tribunais, 2010.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


_____________________
facebook.com/revistadizer