ANÁLISE CRÍTICA DA ATUAÇÃO DOS ESTADOS UNIDOS CONTRA O TRIBUNAL PENAL INTERNACIONAL

  • Vinicius de França Gomes Franco Universidade Federal do Ceará

Resumo

O presente artigo tem por finalidade tecer uma análise crítica sobre a atuação estadunidense de boicote ao Tribunal Penal Internacional, organização internacional implementada graças ao Estatuto de Roma. Analisa-se isso a partir de uma breve perspectiva histórica das medidas presidenciais nos EUA, bem como se demonstra de que maneira o atual presidente dos Estados Unidos da América, Donald Trump, utiliza-se de critérios nacionalistas e conservadores na tentativa de justificar boicotes a esta organização internacional, de maneira similar ao que foi iniciado por Bush, no início do século, com a Lei de Proteção aos Membros dos Serviços Americanos. Por meio de pesquisa bibliográfica, verifica-se a importância da resistência da comunidade internacional perante ao boicote, visando à manutenção do TPI, haja vista que este exerce papel importante na garantia da punição de crimes internacionais.

 

Palavras-chave: Tribunal Penal Internacional. Estatuto de Roma. Estados Unidos da América. Direito Penal Internacional. Comunidade Internacional.

Biografia do Autor

Vinicius de França Gomes Franco, Universidade Federal do Ceará

 

Referências

BOLTON, J.R. American Justice and the International Criminal Court: Remarks at the American Enterprise Institute, Washington. DC, november, 2003.

BRASIL. ITAMARATY. Nota 342, Declaração de Apoio ao Tribunal Penal Internacional. Disponível em: <http://www.itamaraty.gov.br/pt-BR/notas-a-imprensa/19590-declaracao-de-apoio-ao-tribunal-penal-internacional>.

CARDOSO, Elio. Tribunal Penal Internacional: conceito, realidades e implicações para o Brasil. Brasília: FUNAG, 2012.

GLOBO. Governo Trump ameaça Tribunal Penal Internacional caso investigue supostos crimes de guerra no Afeganistão. Disponível em: <https://g1.globo.com/mundo/noticia/2018/09/11/governo-trump-ameaca-tribunal-penal-internacional-caso-investigue-supostos-crimes-de-guerra-no-afeganistao.ghtml>.

MAIA, Marriele. O Tribunal Penal Internacional na grande estratégia norte-americana (1990-2008) / Marriele Maia; prefácio do Embaixador Gilberto Vergne Saboia. -- Brasília : FUNAG, 2012.

ONUBR, Nações Unidas no Brasil. Juiz lamenta ameaça ‘infeliz’ dos EUA a tribunal internacional. Disponível em: < https://nacoesunidas.org/juiz-lamenta-ameaca-infeliz-dos-eua-a-tribunal-internacional/>.

TAQUARY, Eneida Orbage de Britto. Tribunal Penal Internacional e a Emenda Constitucional 45/04. Curitiba: Juruá, 2008.

TERRA. EUA fecham escritório da OLP em Washigton. Disponível em:

< https://www.terra.com.br/noticias/mundo/eua-fecham-escritorio-da-olp-em-washington,0d910ed3bb6dac4ead1ac863d78fa016unqvtnyb.html>.

VEJA. Tribunal Penal Internacional rebate ameaças americanas. Disponível em: <https://veja.abril.com.br/mundo/tribunal-penal-internacional-rebate-ameacas-americanas/>.

Publicado
2018-12-30
Seção
Artigos