O NACIONALISMO BRASILEIRO E O INDIANISMO EM FORMA DE POEMA: A EXALTAÇÃO DO EU LÍRICO FEMININO E DO AMOR RECHAÇADO EM MARABÁ, DE GONÇALVES DIAS

  • Yzy Maria Rabelo Câmara Centro Universitário Estácio do Ceará - FIC
  • Yls Rabelo Câmara Universidade Federal do Ceará

Resumo

No presente artigo, tratamos do nacionalismo brasileiro expressado por Gonçalves Dias em sua obra e, como exemplo disso, Marabá, um de seus mais emblemáticos poemas, onde o eu lírico se exprime por meio da dor da exclusão da personagem de seu habitat e pelo lamento da ausência do sentimento de pertença, tal como ocorrera com o poeta. Apesar de sua ascendência lusitana por parte de pai, Gonçalves Dias era um saudoso da terra que o vira nascer e crescer, de seu amado Brasil quando se encontrava em terras portuguesas. Exaltando as belezas naturais nossas dentro e fora de seus contornos geográficos, em plena efervescência da primeira fase do Romantismo e na busca de um herói nacional que representasse o sentimento nacionalista que o país vivenciava com a Proclamação da República em 1889, Gonçalves Dias consolidou entre nós tanto o Romantismo em si como o Indianismo incipiente. Neste levantamento bibliográfico sucinto, apresentamos este escritor e poeta ímpar, seu ideal literário, o nacionalismo que plasmou em sua obra e um recorte dela com o poema Marabá.

Biografia do Autor

Yzy Maria Rabelo Câmara, Centro Universitário Estácio do Ceará - FIC
Yzy Maria Rabelo Câmara é licenciada e bacharel em Psicologia e bacharel em Serviço Social pela Universidade de Fortaleza e Universidade Estadual do Ceará respectivamente e mestra em Saúde Pública pela Universidade Federal do Ceará. Clinica em Fortaleza há mais de dezesseis anos em consultório próprio e no Hospital de Saúde Mental Professor Frota Pinto e tem doze anos de prática docente em diversas IES do Ceará. Atualmente é professora de Psicologia do Centro Universitário Estácio do Ceará - FIC e tutora a distância pela UFC/UAB
Yls Rabelo Câmara, Universidade Federal do Ceará
Yls Rabelo Câmara é licenciada e especialista em Letras (Português – Inglês) pela Universidade Estadual do Ceará, mestra e doutoranda em Filologia Inglesa (Letras – Inglês) pela Universidade de Santiago de Compostela e especializanda no ensino do espanhol como língua estrangeira pela Faculdade Ateneu. Possui vinte e sete anos de experiência docente e atualmente é tutora a distância nas coordenações de português, inglês e espanhol, na faculdade de Letras da Universidade Federal do Ceará em parceria com a Universidade Aberta do Brasil – UFC/UAB e professora de pós-graduação da Faculdade Ateneu.
Publicado
2016-06-01