Palavras, cenas e melodias:

O crespo que tece histórias e resistências

  • Maria do Carmo Moreira de Carvalho UESPI
  • Rosy dos Santos Lima Universidade Estadual do Piauí - UESPI
  • Sara Regina de Oliveira Lima Universidade Estadual do Piauí - UESPI

Resumo

No presente estudo, analisamos as protagonistas negras na obra literária Cauterização, de Cristiane Sobral (2011), na cinematográfica Felicidade por um fio, dirigida por Haaifa al-Mansour (2018) e, por fim, na música Joãozinho, de Vanessa da Mata (2004), cuja temática trata das imposições da branquitude às mulheres negras referente ao cabelo natural. Considerando a imagem do corpo negado, o cabelo crespo constitui um dos principais traços fenótipos modificados mediante preconceitos, sendo sujeitado a processos intensivos de tortura e negação. Assim, a pesquisa se justifica pelo intuito de compreender os aspectos racistas que convertem o comportamento e a aparência da mulher negra. Objetivamos, pois, a partir dos dispositivos artísticos, traçar os aspectos responsáveis por interferir na construção e valorização da identidade. Para isto, o estudo foi conduzido por meio da pesquisa bibliográfica em que o suporte teórico baseia-se, principalmente, nos estudos apresentados por Grada Kilomba (2013), bell hooks (2005), Kemberlé Crenshaw (2004), Karla Akotirene (2018), dentre outros. Desse modo, ao permear as particularidades de cada protagonista, concluímos que as construções identitárias são autonegadas desde a infância pela idealização do padrão de beleza, construído através do discurso dominante por meio do qual a beleza afrodescendente é relegada.

Biografia do Autor

Maria do Carmo Moreira de Carvalho, UESPI

Graduanda de Licenciatura Plena em Letras - Português pela Universidade Estadual do Piauí (UESPI). 

Rosy dos Santos Lima, Universidade Estadual do Piauí - UESPI

Graduanda de Licenciatura Plena em Letras - Português pela Universidade Estadual do Piauí (UESPI). 

Sara Regina de Oliveira Lima, Universidade Estadual do Piauí - UESPI

Mestre em Letras pela Universidade Federal do Piauí (UFPI). Professora Efetiva pela Universidade Estadual do Piauí (UESPI).

 

Publicado
2021-03-12