v. 1, n. 8 (2016)

100 anos de Manoel de Barros: poesia da simplicidade


Capa da revista

A imagem de capa desta edição de Entrelaces, intitulada “Plumagens de Pipa”, é composta de traços multicolores, representando a ludicidade da poesia que tem como fonte a experiência onírica trazida pela memória infante.

Os traços criam, nas bordas, entrecruzamentos, assim como os versos se cruzam para a existência dum poema. O fundo azul rememora os sonhos compostos de anil, onde voam os olhares de crianças. Ao centro do desenho, uma sugestão de pluma semiformada, lembrando também um “P” ao avesso.

A pipa e a pluma são símbolos de leveza e liberdade, sensações encontráveis em qualquer leitura de poemas do poeta homenageado: Manoel de Barros. Em celebração aos seus 100 anos, todos os voos de poesia


Criação de Weslley Almeida, pesquisador de literatura, poeta e compositor baiano. Graduado em Letras pela UEFS e Pós-graduado em Língua Inglesa, nas horas vagas, pinta e desenha imagens que traduzem os feixes na íris de sua existência.