Influências do climatério em relacionamentos conjugais: perspectiva de gênero

Mariana Lustosa de Carvalho, Fernando José Guedes da Silva Júnior, Adriana da Cunha Menezes Parente, Jaqueline Carvalho e Silva Sales

Resumo


Objetivo: analisar a influência do climatério em relacionamentos conjugais sob a perspectiva de gênero. Métodos: estudo qualitativo, fundamentado na teoria de gênero, realizado com 20 mulheres climatéricas. Dados coletados por meio de entrevistas e submetidos à análise temática. Resultados: emergiram três categorias: Carinho, companheirismo, compreensão, respeito e diálogo: influências positivas do climatério no relacionamento conjugal; Influência do climatério na atividade sexual e sua interface com o relacionamento conjugal; e distanciamento no relacionamento conjugal influenciado pelo climatério. Os relatos das influências positivas do climatério no relacionamento conjugal destacam a intensificação do carinho, companheirismo, compreensão, respeito e diálogo; o climatério influencia o relacionamento conjugal devido às alterações na atividade sexual; o distanciamento no relacionamento conjugal ocorreu em virtude das mudanças do companheiro e rotina do casal. Conclusão: o climatério influencia positivamente o relacionamento conjugal. Mas, devido aos sintomas desta fase, há mudanças na atividade sexual que contribuem para o distanciamento do casal.


Palavras-chave


Climatério; Casamento; Saúde da Mulher.

Texto completo:

PDF (English) PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15253/2175-6783.20181932617

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Este trabalho está licenciado sob Creative Commons – Licença CC BY  https://creativecommons.org/licenses/

 Marca ABEC Completa