A Dialética do Começo na Ciência da Lógica de Hegel: o Ser-aí ( Dasein ) como Resultado da Dialética Ser-nada-devir

  • Marcos Fabio Alexandre Nicolau

Resumo

RESUMO: Busca-se analisar o desenvolvimento especulativo do ser que Hegel apresenta em sua exposição da Doutrina do Ser, especificamente seu primeiro momento, a Qualidade. Todas as categorias que constituem o desenvolvimento do ser se realizam por efeito do devir. Aliás, poder-se-ia dizer que toda a filosofia de Hegel é uma filosofia do processo ou do devir. A primeira determinidade do ser como pensamento determinado por seu devir é a qualidade; nela, mediante o princípio dialético contido na contradição entre ser e nada, cada momento do desenvolvimento do ser se nega a si mesmo dentro de si. O movimento dialético conduz da qualidade à quantidade e, logo após, à medida, que é a verdade da qualidade e da quantidade, unidade na qual toda mudança quantitativa indica simultaneamente uma mudança qualitativa. Assim, nossa proposta é expor a categoria Ser-aí (Dasein) como resultado do processo efetivado na Doutrina do Ser, que determina pelo método dialético seu significado exato e o seu encadeamento necessário, sendo uma verdadeira determinação progressiva do ser-em-si, ou seja, do começo da ciência.

PALAVRAS-CHAVE: Dasein; Hegel; Ciência da Lógica.

Biografia do Autor

Marcos Fabio Alexandre Nicolau
Mestre em Filosofia e doutorando em Educação do Programa de Pós-Graduação em Educação Brasileira da FACED/UFC e bolsistada FUNCAP.
Publicado
2010-08-01
Edição
Seção
Artigos