Hannah Arendt: educação grega ou romana?

  • Sônia Maria Schio

Resumo

Mesmo que Hannah Arendt (1906-1975) não seja uma especialista em educação, o seu pensamento também abrange esse tema. Arendt escreveu sobre a educação em artigos, sendo o mais conhecido “A crise da educação” na obra Entre o passado e o futuro. Pode-se, porém, alterar um pouco o foco de análise e questionar qual é o “ideal” de educação em suas concepções, isto é, se ela busca um referencial grego ou romano como sendo o mais adequado para a política. E a resposta parece apontar para o romano, pois esse era universalista, buscando integrar as populações heterogêneas oriundas dos diversos territórios conquistados por eles. Essa temática, entretanto, não é explícita, o que demanda um estudo mais cuidadoso, objetivo desse artigo.

 

Palavras-chave: Hannah Arendt; Educação; Política; Cidadania.

Publicado
2013-01-01
Edição
Seção
Dossiê Hannah Arendt