O discurso e a violência absoluta

  • Marly Carvalho Soares

Resumo

A eliminação da violência no discurso e na vida é a centralidade do pensamento de Weil. Tal afirmação é constatada em todo seu discurso filosófico que é elaborado a partir de duas opções: a filosofia e a violência. O filósofo em busca da transformação da violência aponta três direções: a primeira seria eliminar a violência pelo discurso; a segunda a eliminação pela a ação e a terceira pela ação razoável. Para a nossa reflexão optamos pela primeira via, que se situa no paradigma da linguagem. O fio condutor será a lógica acentuando a chave de compreensão com o termo técnico: não contradição e contradição. Será, portanto a “desconstrução” da não-contradição para a construção da contradição no discurso e na realidade. A leitura gira em torno do termo “contradição”, que é o motor do pensamento e da ação e assim resgata a lógica como “filosofia primeira”.

Palavras-chave: Discurso; Ação razoável; Lógica; Linguagem.

Biografia do Autor

Marly Carvalho Soares
Doutora em Filosofia. Professora da Universidade Estadual do Ceará.
Publicado
2014-08-13
Edição
Seção
Dossiê Eric Weil