A rêverie como exercício espiritual em Jean-Jacques Rousseau

  • Claudio A. Reis Departamento de Filosofia – Universidade de Brasília (UnB)

Resumo

O artigo propõe uma leitura das Rêveries du promeneur solitaire a partir do conceito de “exercício espiritual”, tal como aparece em algumas discussões metafilosóficas contemporâneas. Tenta-se mostrar como Rousseau ao mesmo tempo dá continuidade e rompe com uma antiga tradição, resgatando de suas leituras uma concepção antiga de filosofia, ao mesmo tempo em que a transforma.

Palavras-chave : Jean Jacques Rousseau; Rêveries du promeneur solitaire; Exercícios espirituais; Pierre Hadot; Autobiografia
Publicado
2012-07-01
Edição
Seção
Artigos