Introdução às noções de essência, necessidade e predicação em Aristóteles

  • Thiago Silva Freitas Oliveira

Resumo

O presente trabalho trata-se de uma breve introdução que tem por escopo a re- lação que se estabelece em Gama 4 entre as noções de essência e necessidade diante da teoria da predicação apresentada ali por Aristóteles. Uma vez que enten- demos que a noção de linguagem presente em Aristóteles possui um forte vínculo com sua ontologia, sendo estruturada a partir de uma distinção fundamental entre tipos de predicados e tipos de predicação, e que essa distinção implica a validade do princípio da não-contradição. Cabe entender qual é o fundamento ontológico que concede a essa distinção sua efetividade ao descrever o mundo das coisas entre aquilo que é essencial e necessário e aquilo que é apenas concomitante.

Palavras-chave: Aristóteles. Essência. Necessidade. Predicação. Linguagem.

Biografia do Autor

Thiago Silva Freitas Oliveira

Doutor em Filosofia, Professor efetivo do Departamento de Filosofia e Direito do CCHSA - PUC - Campinas.

Referências

ANGIONI, L. Não ser dito de um subjacente, um isto e separado: o conceito de essência como subjacente e forma (Z-3). Cadernos de História e Filosofia da Ciência, série v. 3, 8, n. 1, 1998. p. 69-126.

______. Princípio da não-contradição e semântica da predicação em Aristóteles. Analytica, v. 4, n. 2, 1999. p. 121-158.

––––––. Metafísica de Aristóteles, livros IX e X. Campinas, IFCH/Unicamp, 2004. (Col. Clássicos da Filosofia: Cadernos de Tradução n. 9), 108 p.

––––––. Metafísica de Aristóteles, livros VII-VIII. Campinas, IFCH/Unicamp, 2005. (Col. Clássicos da Filosofia: Cadernos de Tradução n. 11), 165 p.

______. Metafísica de Aristóteles, livros IV e VI. Campinas, IFCH/Unicamp, 2007. (Col. Clássicos da Filosofia: Cadernos de Tradução n. 14), 59 p.

BARNES, J. The complete works of Aristotle (Vol. 1 - 2). Princeton: Princeton University Press, 1984, 2470 p.

BOLTON, R. Essentialism and semantic theory in Aristotle: Posterior analytics, II, 7-10. Philosophical Review, v. 85, n. 4, p. 515-544. 1976.

CHARLES, D. Aristotle on meaning and essence. Oxford: Clarendon Press, 410p. 2000.

KIRWAN, C. Metaphysics –Books,  and  20. ed., Oxford: Clarendon Press, 1993, 254 p.

OLIVEIRA, T. S. F. Significação e linguagem no livro Gama da Metafísica de Aristóteles. Dissertação (Mestrado). Campinas: IFCH, Unicamp, 2009, 126 p.

PORCHAT, O. Ciência e Dialética em Aristóteles. São Paulo: Editora UNESP, 2001, 415 p.

SMITH, R. Aristotle - Prior analytics. Indianapolis, Hackett, 1989, 262 p.

______. Aristotle - Topics I e VIII. Oxford: Clarendon Press, 1997, 212 p. ROSS, D. Aristotle’s Metaphysics. Oxford: Clarendon Press, 1924, 1070 p.

ROSS, D. Aristotle’s Prior and Posterior Analytics. Oxford: Clarendon Press, 1949, 700 p.

RYLE, G. Categorias. In: G. RYLE, Austin, Ryle, Quine, Strawson. Tradução de Balthazar Barbosa Filho. São Paulo: Abril Cultural, p. 29-41, 1973.

WEDIN, M. Aristotle’s theory of substance. Oxford: Clarendon Press, 2000, 482 p. WHITAKER, C. W. A. Aristotle’s De Interpretatione: Contradiction and dialectic.

Oxford: Clarendon Press, 1996, 246 p.

Publicado
2018-11-29
Edição
Seção
Artigos