AVALIAÇÃO DO ESTOQUE DE LAGOSTA VERMELHA Panulirus argus NA COSTA BRASILEIRA

José Augusto Negreiros ARAGÃO, Israel Hidenburgo Aniceto Cintra

Resumo


O estudo trata da avaliação de estoque de lagosta vermelha Panulirus argus, recurso pesqueiro de considerável importância econômica na costa brasileira. As análises foram conduzidas com a utilização da Análise Sequencial de Populações, baseada na composição das capturas por idade, obtida a partir de dados de exportação por tipo comercial, amostras biológicas realizadas em empresas de pesca dos principais estados produtores e captura e esforço de pesca estimado para o período de 2005 a 2015. Os resultados indicam que, apesar das elevadas taxas de mortalidades por pesca e do comprometimento da estrutura por idade/comprimento da população, o estoque apresenta certa estabilidade quanto à sua composição em número e biomassa. A biomassa reprodutiva estimada, no entanto, se encontra bastante reduzida, com uma média 18% da biomassa sem pesca. Uma redução da mortalidade por pesca, especialmente sobre os indivíduos nas idades 4 e 5, seria fundamental para recuperar a estrutura da população e poderia resultar em melhores rendimentos da pescaria. Há indícios de resultados positivos neste sentido, a partir das medidas de ordenamento adotadas nos últimos 10 anos, que resultou em considerável diminuição do esforço de pesca.



Palavras-chave


estrutura etária, mortalidade por pesca, biomassa desovante, análise sequencial de população.

Texto completo:

PDF

Referências


Andrade, H.A. Stock assessment of the red spiny lobster (Panulirus argus) caught in the tropical southwestern Atlantic. Lat. Am. J. Aquat. Res., v. 43, n. 1, p. 201-214, 2015.

Caddy, J.F. & Mahon, R. Reference points for fisheries management. FAO Fisheries Technical Paper. (347), 83 p, 1995.

Castro-Silva, S.M.M. & Rocha, C.A.S. Embarcações, aparelhos e métodos de pesca utilizados nas pescarias de lagosta no Ceará. Arq. Ciên. Mar., Fortaleza, v. 32, n. 1-2, p. 1-21, 1999.

Cedepesca – Centro de Desenvolvimento e Pesca Sustentável do Brasil. Avaliação do estoque de lagosta vermelha e recomendações de gestão. Relatório Técnico, 12 p., 2014.

Cobb, J.S. & Caddy, J.F. The population biology of decapods. In: Caddy, J.F. (ed.) Marine Invertebrate Fisheries: Their assessment and management. New York, 327-374 p., 1989.

Cruz, R.; Silva, K.C.A. & Cintra, I.H.A. Assessment of wild spiny lobster stocks on the Brazilian continental shelf. Crustaceana, v. 86, n. 3, p. 336-356, 2013.

Diniz, F.M.; Maclean, N.; Ogawa, M.; Cintra, I.H.A. & Bentzen, P. The hypervariable domain of the mitochondrial control region in Atlantic spiny lobsters and its potential as marker for investigating phylogeographic structuring. Mar. Biotechnol., v. 7, p. 462-473, 2005.

Ehrhardt, N.M. & Aragão, J.A.N. Brazil spine lobster P. argus fishery. In: Results of a Regional FAO Workshop on the Assessment and Management of the Caribbean Spiny Lobster (Panulirus argus). Executive summary. Mérida: FAO. 19-29 p., 2007.

Frusher, S.D. & Hoenig, J.M. Impact of lobster size on selectivity of traps for southern rock lobster (Jasus edwardsii). Can. J. Fish. Aquat. Sci., v. 58, p. 2482-2489, 2001.

Giraldes, B.W. & Smyth, D.M. Recognizing Panulirus meripurpuratus sp. nov. (Decapoda: Palinuridae) in Brazil-Systematic and biogeographic overview of Panulirus species in the Atlantic Ocean. Zootaxa, v. 4107, n. 3, p. 353-366, 2016.

González, G., Herrera, A.; Díaz, E.; Brito, R.; Gotera, G.; Arrinda, C. & Ibarzábal, D. Biología y conducta de la langosta (Panulirus argus, Lat.) en las zonas profundas del borde de la plataforma en la región suroccidental de Cuba. Rev. Invest. Mar., v. 12, n. 1-3, p. 140-153, 1991.

Haddon, M. Modelling and quantitative methods in fisheries. New York. 465 p., 2011.

Ices – International Council for the Exploration of the Sea. Report of the Pandalus Assessment Working Group. ICES CM 2001/ACFM: 04. 68 p., 2001.

Ices – International Council for the Exploration of the Sea. Report of the Working Group on Nephrops Stocks, ICES CM 2001/ACFM: 16. 1182 p., 2006.

Ivo, C.T.C. & Pereira, J.A. Crescimento e idade das lagostas Panulirus argus (Latreille) e Panulirus laevicauda (Latrille) no norte e nordeste do Brasil. Arq. Ciên. Mar., Fortaleza, v. 30, n. ½, p. 33-39, 1996.

Ivo, C.T.C.; Fonteles-Filho, A.A.; Silva, A.C. & Vieira, R.H.S.F. Cadeia produtiva da lagosta nas regiões norte e nordeste do Brasil. RDS Editora, 216 p., Fortaleza, 2013.

Mdict-ALiceweb. Sistema de análise das informações de comércio exterior via internet do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Disponível em: http://aliceweb.desenvolvimento.gov.br/. Acesso: em 25 abril 2016, 2015.

Mdict-Aliceweb. Sistema de análise das informações de comércio exterior via internet do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Disponível em: http://aliceweb.desenvolvimento.gov.br/. Acesso em: 25 abril 2016, 2016.

Megrey, B.A. Review and comparison of age-structured stock assessment models from theoretical and applied points of view. Am. Fish. Soc. Symp., v. 6, p. 8-48, 1989.

Morales-Fadragas, O. Assessment of the spiny lobster (Panulirus argus, Latreille, 1804) in Northeastern Cuban Waters. Final Projec. UNU–Fisheries Training Program. 63 p., 2005.

Muller, R.G.; Hunt, J.H.; Matthews, T.R. & Sharp, W.C. Sharp Evaluation of effort reduction in the Florida Keys spiny lobster, Panulirus argus, fishery using an age-structured population analysis. Mar. Freshwater Res., p. 48, n. 8, p. 1045-1058, 1997.

Pope, J.G. An investigation of the accuracy of virtual population analysis using cohort analysis. Res. Bull. ICNAF, v. 9, p. 65-74, 1972.

Puga, R.; León, M.E. & Cruz, R. Catchability for the main fishing methods in the Cuban fishery of the spiny lobster Panulirus argus (Latreille, 1804), and implications for management (Decapods Palinuridea). Crustaceana, v. 69, n. 6, p. 703-718, 1996.

Sarver, S.K.; Freshwater, D.W. & Walsh, P.J. The occurrence of the provisional Brazilian subspecies of spiny lobster (Panulirus argus westonii) in Florida waters. Res. Bull., v. 98, p. 870-873, 2000.

Sheehy, M.R.J. & Prior, A.E. Progress on an old question for stock assessment of the edible crab Cancer pagurus. Mar. Ecol. Prog. Ser., v. 353, p. 191-202, 2008.

Silva, A.C. & Fonteles-Filho, A.A. Avaliação do defeso aplicado a pesca da lagosta no nordeste do Brasil. 1a Edição. Editora Expressão Gráfica, Fortaleza, 110 p., 2011.

Smith, T.M. & Addison, T. J. Methods for stock assessment of crustacean fisheries. Fish. Res., v. 63, p. 231-256, 2003.

Sparre, P. & Venema, S.C. Introduction to tropical fish stock assessment. FAO Fisheries Technical Papers, v. 306, n. 1, 376 p., 1998.




DOI: http://dx.doi.org/10.32360/acmar.v51i2.30919

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Arquivos de Ciências do Mar

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.