DISTRIBUIÇÃO E ABUNDÂNCIA DO ICTIOPLÂNCTON NA REGIÃO DO PORTO DO PECÉM, ESTADO DO CEARÁ

  • Érika Maria Targino Mota Doutoranda em Ciências Marinhas Tropicais(UFC),
  • Tito Monteiro da Cruz Totufo Professor Adjunto do Depto. de Engenharia de Pesca (UFC)
  • Tatiane Martins Garcia Bióloga do Instituto de Ciências do Mar (UFC)
  • Evandro Malanski Mestre em Oceanografia Biológica, (FURG)
  • Carolina Coelho Campos Doutoranda em Ciências Marinhas Tropicais (UFC),
Palavras-chave: ictioplâncton, distribuição, abundância, Porto do Pecém

Resumo

O estudo do ictioplâncton é muito importante para a compreensão do funcionamento dos ecossistemas marinhos. Embora tais estudos sejam frequentes em diversas regiões do mundo, estudo com essa abordagem são escassos no litoral do Ceará. De forma a diminuir essa deficiência, foram estudadas a distribuição e abundância da comunidade  ictioplanctônica na zona costeira do Pecém. Foram realizadas 28 coletas divididas em quatro campanhas no ano de 2006. Em laboratório omaterial coletado foi triado, apresentando 4.320 ovos e 1.410 larvas de peixes no total das amostras, dentre as quais foram identificadas 1.395 larvas distribuídas em 13 táxons inferiores, 3 ordens e 9 famílias. A comunidade ictioplanctônica do local de estudo foi formada por três categorias de famílias: pelágicas, associadas a recifes de coral e demersais, com predomínio das primeiras. As maiores abundância absolutas de ovos foram encontradas no período chuvoso, enquanto asdas larvas foram mais elevadas no período seco, sendo as famílias Engraulidae e Serranidae as que tiveram maior destaque em ambos os períodos.
Publicado
2014-07-01
Seção
Artigos originais