Acesso Universal ao Sistema de Telefonia Fixa no Brasil: esquemas alternativos de financiamento e avaliação dos impactos distributivos sobre o bem-estar das famílias

  • Paulo Amilton Maia Leite Filho
Palavras-chave: Externalidades, Universalização do acesso a Telefonia Fixa, Bem-estar das Famílias, Variação Equiva- lente e Bens de Rede

Resumo

Atualmente a infra-estrutura de informação adquire cada vez mais importância, dado que a partir dela é possível acelerar as transformações sociais e econômicas. Esta infra-estrutura tem como um de seus insumos fundamen- tais o acesso ao sistema de telecomunicação, notadamente o sistema de telefonia fixa. O aumento do número de usuários conectados aquele sistema é essencial para que a infra-estrutura de informação possa reverter à sociedade todos os seus benefícios potenciais. Em Leite Filho (2000) é mostrado que existe um impacto positivo para a socieda- de de universalizar o acesso à telefonia fixa no Brasil. Neste sentido, o estudo aqui exposto tem como propósito avaliar se para as famílias que compõe a sociedade brasilei- ra aquele resultado se mantém. A metodologia consistiu na utilização da variação equivalente. O resultado deste estud mostra que os impactos da universalização para as famílias é positivo.

Biografia do Autor

Paulo Amilton Maia Leite Filho
Professor do Departamento de Economia da UFPB. Doutor em Economia pela Universidade Federal de Pernambuco – PIMES.
Publicado
2008-01-01
Seção
Artigos