ANÁLISE DA VARIÂNCIA DOS INDICADORES DE DESEMPENHO DAS EMPRESAS QUE PASSARAM POR OPERAÇÕES DE COMBINAÇÃO DE NEGÓCIOS

  • Edson Roberto Macohon Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO)
  • Marcus Vinícius Moreira Zittei
  • Roberto Carlos Klann
Palavras-chave: Variância. Indicadores de desempenho. Combinação de negócios. Fusões e aquisições.

Resumo

O objetivo desta pesquisa é analisar a variância dos indicadores de desempenho das empresas que passaram por operações de combinação de negócios e com ações negociadas na BM&FBOVESPA. O estudo caracteriza-se como descritivo, conduzido por meio de análise documental e abordagem quantitativa, com a utilização do teste ANOVA. A amostra é composta por 47 empresas. A variabilidade significativa do índice ROA pode estar correlacionada ao processo de fusões e aquisições (F&A). Após a combinação de negócios o patrimônio líquido das empresas cresceu substancialmente e o lucro líquido não apresentou um aumento proporcional. O processo de combinações de negócios não teve influência na estrutura de capital das empresas. Os resultados da pesquisa mostram que os indicadores de desempenho sofreram variância no processo de combinação de negócios, exceto o valor de mercado e endividamento.

Biografia do Autor

Edson Roberto Macohon, Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO)

Possui graduação em Ciências Contábeis pela Universidade Estadual do Centro-Oeste (2000) e mestrado em Administração pela Fundação Universidade Regional de Blumenau (2008). Em fase de qualificação no doutorado em Ciências Contábeis e Administração pela Universidade Regional de Blumenau - FURB. Atualmente é professor assistente a da Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO), Campus Irati, Departamento de Ciências Contábeis. A linha de pesquisa é Contabilidade Gerencial e Administração.

Referências

ALTUNBAS, Y.; IBANEZ, M. D. Mergers and acquisitions and bank performance in Europe: the role of strategic similarities. European Central Bank, p. 1-35, 2004.

CAMARGOS, M. A.; BARBOSA, F. V. Fusões e aquisições de empresas brasileiras: criação de valor e sinergias operacionais. Revista de Administração de Empresas, v. 49, n. 2, p. 206-220, 2009.

COSH, A. D. et al. Institutional investment, mergers and the market for corporate control. International Journal of Industrial Organization, v. 7, n. 1, p. 73-100, 1989.

COSTA, G. P. C. L.; PAULO, E.; BARBOSA, G. C. Reconhecimento do goodwill em combinação de negócios: análise das transações com pagamento em ações e em dinheiro. Qualitas Revista Eletrônica, v. 12, n. 2, p. 1-17, 2011.

CPC - COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS. Pronunciamento Técnico CPC 15: Combinação de Negócios. Brasília: 2011. Disponível em: http://www.cpc.org.br/pdf/CPC_15.pdf> Acesso em: 23 jun. 2012.

CRISTAL, C. S. P. Adoção das IFRS para operações de combinações de negócios nas demonstrações financeiras consolidadas de empresas listadas na Espanha e Reino Unido. 2009. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis) – Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado – FECAP, São Paulo, 2009.

DANTAS, J. A.; MEDEIROS, O. R. De; PAULO, E. Relação entre concentração e rentabilidade no setor bancário brasileiro. Revista Contabilidade & Finanças – USP. v. 22, p. 5-28, 2011.

DICKERSON, A. P.; GIBSON, H. D.; TSAKALOTOS, E. The impact of acquisitions on company performance: Evidence from a large panel of UK firms. Oxford Economic Papers, v. 49, n. 3, p. 344-361, 1997.

FARAWAY, J. J. Linear models with R. Chapman Hall/CRC. 2009.

FRIDOLFSSON, S. O.; STENNEK, J. Industry concentration and welfare: on the use of stock market evidence from horizontal mergers. Discussion paper # 5977. Centre for Economic Policy Research, London, Dez. 2006.

GHOSH, A. Does operating performance really improve following corporate acquisitions?. Journal of corporate finance, v. 7, n. 2, p. 151-178, 2001.

GRABOWSKI, W. Research Methods and Objectives in the Study of Mergers and Acquisitions. Ekonomia/Uniwersytet Warszawski, n. 11, p. 225-231, 2003.

GUEDRI, Z.; HOLLANDTS, X. Beyond dichotomy: the curvilinear impact of employee ownership on firm performance. Journal compilation, v. 16, n. 5, p. 460-474, 2008.

HARRISON, J. S.; HITT, M. A.; HOSKISSON, R. E.; IRELAND, R. D. Synergies and post-acquisition performance: differences versus similarities in resource allocations. Journal of Management, v. 17, n. 1, p. 173–190, 1991.

IKEDA, K.; DOI, N. The performances of merging firms in Japanese manufacturing industry: 1964-75. The Journal of Industrial Economics, p. 257-266, 1983.

IUDÍCIBUS, Sergio de; MARTINS, Eliseu. GELBCKE, Ernesto Rubens. SANTOS, Ariovaldo dos. Manual de contabilidade societária. São Paulo: Atlas, 2010.

HEALY, P. M.; PALEPU, K. G.; RUBACK, R. S. Does corporate performance improve after mergers?. Journal of Financial Economics, v. 31, n. 2, p. 135-175, 1992.

HEINFELDT, J.; CURCIO, R. Employee management strategy, stakeholder-agency theory, and the value of the firm. Journal of Financial And Strategic Decisions, v. 10, n. 1, p. 67-75, 1997.

HVIID, M.; PRENDERGAST, C. Merger failure and merger profitability. Journal of Industrial Economics, v. 41, n. 4, p. 371-386, 1993.

HOFER, C. W. Turnaround strategies. Journal of Business Strategy, v. 1, n. 1, p. 19-31, 1980.

JORDÃO, R. V. D.; SOUZA, A. A. De. Efeitos da cultura corporativa no sistema de controle gerencial pós-aquisição: um estudo de sucesso numa empresa brasileira. Revista de Gestão, v. 19, n. 1, p. 55-71, 2012.

KALHOEFER, C.; BADRELDIN, A. The effect of mergers and acquisitions on bank performance. Egypt Journal of Management Technology, p. 1-15. 2010.

KEMAL, M. U. Post-merger profitability: a case of Royal Bank of Scotland (RBS). International Journal of Business and Social Science, v. 5, n. 2, p. 157-162, 2011.

KPMG. Corporate Finance. Pesquisa de fusões e aquisições 2012 – 2º trimestre: espelho das transações realizadas no Brasil. Jun. 2012. Disponível em http://www.kpmg.com/BR/ PT/Estudos_Analises/artigosepublicacoes/Documents/Fusoes%20e%20Aquisicoes/2012/FA-2otrim-2012.pdf. Acesso em: 03 nov. 2012.

KPMG. Corporate Finance. Disponível em https://home.kpmg.com/br/pt/home/insights/2016/05/fusoes-aquisicoes-1trim-2016.html. Acesso em: 20 set. 2016.

KOUSER, R.; SABA, I. Effects of business combination on financial performance: evidence from pakistan’s banking sector. Australian Journal of Business and Management Research, v. 1, n. 8, p. 54-64, 2011.

KUMAR, S.; BANSAL, L. K. The impact of mergers and acquisitions on corporate performance in India. Management Decision, v. 46, n. 10, p. 1531-1543, 2008.

LENZ, R. T. ‘Determinants’ of organizational performance: An interdisciplinary review. Strategic Management Journal, v. 2, n. 2, p. 131-154, 1981.

MACEDO, M. A. S.; CORRAR, L. J. Análise do desempenho contábil-financeiro de seguradoras no Brasil no ano de 2007: um estudo apoiado em análise hierárquica (AHP). Contabilidade Vista & Revista, v. 21, n. 3, p. 135-165, 2010.

MANTRAVADI, P.; REDDY, A. V. Post-merger performance of acquiring firms from different industries in India. International Research Journal of Finance and Economics, v. 22, p. 193-204, 2008.

MARDIA, K. V.; KENT, J. T.; BIBBY, J. M. Multivariate Analysis. London Academic Press, p. 521, 1979.

MELO, I. C. A.; TINOCO, J. E. P.; YOSHITAKE, M. Combinação de negócios no Brasil em empresas de capital aberto no período de 2005 a 2008: identificação dos impactos nas demonstrações financeiras. In: XIV SEMEAD – SEMINÁRIOS EM ADMINISTRAÇÃO, 2011, São Paulo. Anais... XIV Semead – Seminários em Administração, 2011.

MIRANDA, L. C.; MEIRA, J. M.; WANDERLEY, C. de A.; SILVA, A. C. M. da. Indicadores de desempenho empresarial divulgados por empresas norte-americanas. Contabilidade Vista & Revista. Belo Horizonte, v. 14, n. 2, p. 85-103, ago. 2003.

MISHRA, P.; CHANDRA T. Mergers, acquisitions and firms performance: experience of indian pharmaceutical industry. Eurasian Journal of Business and Economics, v. 3, p. 111-126, 2010.

MORAES, M. V. M.; SZUSTER, N. Os efeitos da convergência às normas internacionais de contabilidade no reconhecimento do goodwill adquirido: um estudo de caso sobre a aquisição da Texaco pela Ultrapar Participações S/A. In: 12º CONGRESSO USP DE CONTROLADORIA E CONTABILIDADE, 2012, São Paulo. Anais... 12º Congresso USP de Controladoria e Contabilidade, 2012.

MÜLLER-STEWENS, G.; KUNISCH, S.; BINDER, A. Mergers & Acquisitions: Analysen, Trends und Best Practices. Schäffer-Poeschel, 2010.

NAKAYAMA, W. K.; SALOTTI, B. M. Fatores determinantes do nível de divulgação de informações sobre combinações de negócios com a entrada em vigor do pronunciamento técnico CPC 15. Revista de Contabilidade & Finanças, v.25, n. 66, p. 267-280, 2014.

RAVENSCRAFT, D. J.; SCHERER, F. M. Life after takeover. The Journal of Industrial Economics, p. 147-156, 1987.

REZENDE, I. C. C.; DIENG, M; MORAES JÚNIOR, V. F de. Análise comparativa da utilização de indicadores financeiros e não financeiros em hotéis da cidade de João Pessoa - PB: um estudo com enfoque na gestão estratégica. Interface, v. 8, n. 1, 2011.

RHOADES, S. A. The efficiency effects of horizontal bank mergers. Journal of Banking and Finance, v. 17, n. 2-3, p. 411-422, 1993.

SANTOS, M. R.; CODA, R.; MAZZALI, L. Clima organizacional e desempenho financeiro. Revista Universo Contábil, v. 6, n. 2, p. 27-46, 2010.

SMART, S. B.; WALDFOGEL, J. Measuring the effect of restructuring on corporate performance: the case of management buyouts. The Review of Economics and Statistics, p. 503-511, 1994.

SOUZA, M. M. de. Value relevance do nível de disclosure das combinações de negócios e do goodwill reconhecido nas empresas brasileiras, 2015. 183f. Tese (Doutorado em Administração), Programa de Pós-Graduação em Administração, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2015.

SWITZER, J. A. Evidence on real gains in corporate acquisitions. Journal of Economics and Business, v. 48, n. 5, p. 443-460, 1996.

VANDER, V. R. The effect of mergers and acquisitions on the efficiency and profitability of EC credit institutions. Journal of Banking and Finance, v. 20, n. 9, p. 1531-155, 1996.

VENKATRAMAN, N.; RAMANUJAM, V. Construct validation of business economic performance measures: a structural equation modeling approach. Paper presented at the annual meeting of the Academy of Management. San Diego. Ago. 1985.

Publicado
2016-10-26
Seção
Artigos