Contabilidade para usuários externos: uma análise da produção científica brasileira à luz do congresso ANPCONT de 2007 a 2016

  • Henrique César Melo Ribeiro Professor Adjunto da Universidade Federal do Piauí (UFPI)
Palavras-chave: Contabilidade para usuários externos, Produção científica, Anpcont, Bibliometria, Sociometria.

Resumo

O objetivo deste estudo foi investigar o perfil e o comportamento das publicações relacionadas a área temática contabilidade para usuários externos divulgada no congresso Anpcont de 2007 a 2016. Metodologicamente, a pesquisa utilizou as técnicas de análise bibliométrica e sociométrica. Os principais achados foram: Fernando Dal-Ri Murcia, Marcelo Alvaro da Silva Macedo e Roberto Carlos Klann foram os autores mais profícuos. As instituições mais produtivas foram: USP, Fucape, UFPB, FURB, UFC e UFRJ. Observou-se pouca densidade e ao mesmo tempo alta centralidade de grau e de intermediação nas redes de coautoria e das instituições. Os temas mais publicados foram: gerenciamento de resultados, normas internacionais de contabilidade, disclosure, governança corporativa, informação contábil, investimento, auditoria, disclosure voluntário, gestão pública e disclosure ambiental.

Biografia do Autor

Henrique César Melo Ribeiro, Professor Adjunto da Universidade Federal do Piauí (UFPI)
Doutor em Administração de Empresas pela Universidade Nove de Julho

Referências

AMARAL, M.R. do et al. Perfil dos autores na produção científica em mercado financeiro de crédito e de capitais nos congressos USP de controladoria e contabilidade e congresso ANPCONT. Revista Evidenciação Contábil & Finanças, v. 2, n. 2, p. 55-68, 2014.

ANJOS, C.E.L. dos et al. Produção científica na área de perícia contábil: um estudo bibliométrico em periódicos nacionais. Revista de Contabilidade da UFBA, v. 9, n. 3, 2015.

ANPCONT – Associação Nacional de Programas de Pós-Graduação em Ciências Contábeis. XI Congresso ANPCONT. Disponível em: <http://congressos.anpcont.org.br/xi/>. Acesso em: 06 out. 2017.

ASSUNÇÃO, A.B. de A. Comportamento dos contadores diante de uma visão otimista ou pessimista de um ambiente econômico simulado. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis), Brasília: UnB, 2011, 76 pg.

BALESTRIN, A.; VERSCHOORE, J. R.; REYES JUNIOR, E. O campo de estudo sobre redes de cooperação interorganizacional no Brasil. Revista de Administração Contemporânea, v. 14, n. 3, p. 458-477, 2010.

BAPTISTA, E.M.B. Ganhos em transparência versus novos instrumentos de manipulação: o paradoxo das modificações trazidas pela lei nº 11.638. Revista de Administração de Empresas, v. 49, n. 2, p. 234-239, 2009.

BARBOSA, G. de C.; BARROS, F. de O. Perfil dos autores na produção científica em contabilidade: o caso do congresso USP de controladoria e contabilidade e do congresso ANPCONT. Enfoque: Reflexão Contábil, v. 29, n. 3, p. 22-33, 2010.

BARBOSA, J. da S.; KLEIN, L.; COLAUTO, R. D.; BEUREN, I. M. Tridimensionalidade da linguagem contábil em publicações de periódicos científicos brasileiros. Revista Universo Contábil, v. 10, n. 3, p. 44-64, 2014.

BEUREN, I. M.; SCHLINDWEIN, A. C.; PASQUAL, D. L. Abordagem da controladoria em trabalhos publicados no Enanpad e no Congresso USP de controladoria e contabilidade de 2001 a 2006. Revista Contabilidade & Finanças, v. 18, n. 45, p. 22-37, 2007.

BONFIM, M. D. Aspectos gerais da produção científica dos programas stricto sensu em contabilidade no Brasil: um estudo baseado nas teses e dissertações. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis, Ribeirão Preto: USP, 2013, 233 pg.

BORGES, T.N.; FARIA, A.C. de; GIL, A. de L. Ensaio teórico sobre os fatores críticos de sucesso e pontos de falha do processo de gestão dos mestrandos em contabilidade: a ótica da metodologia DEQ. Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade, v. 1, n. 3, 2007.

BRANDÃO, P. de M.; BALDI, M.; ALBAN, M. (Des)Centralização da gestão pública do turismo brasileiro: análise da participação dos atores privados no Conselho Nacional de Turismo. Tourism & Management Studies, v. 10, n. Edição Especial, 193-199, 2014.

BRIZOLLA, M.M.B.; CHIARELLO, T.C.; LAVARDA, C.E.F. Abordagem a respeito da controladoria e contabilidade gerencial: um estudo das redes sociais publicado em periódicos internacionais. Revista de Gestão e Contabilidade da UFPI, v. 1, n. 1, p. 119-140, 2014.

BRUGNI, T.V. et al. Influência de dividendos sobre a informatividade dos lucros: evidências empíricas na BM&FBovespa. Revista Universo Contábil, v. 8, n. 3, p. 82-99, 2012.

BRUNELLI, M. DE Q.; MACEDO-SOARES, T.D.L. van A. de; ZOUAIN, D.M.; BORGES, A.P. Scientific research in tourism: review of the literature from 2005 to 2009. Revista de Administração Pública, v. 44, n. 5, p. 1225-1240, 2010.

CARDOSO, R.L.; MENDONÇA NETO, O.R. de; RICCIO, E.L.; SAKATA, M.C.G. Pesquisa científica em contabilidade entre 1990 e 2003. Revista de Administração de Empresas, v. 45, n. 2, p. 34-45, 2005.

CARDOSO, R.L.; PEREIRA, C.A.; GUERREIRO, R. Perfil das pesquisas em contabilidade de custos apresentadas no EnANPAD no período de 1998 a 2003. Revista de Administração Contemporânea, v. 11, n. 3, p. 177-198, 2007.

CARDOSO, R. L.; SOUZA, F.S.R.N. de; DANTAS, M.M. Impactos da adoção do IFRS na acumulação discricionária e na pesquisa em gerenciamento de resultados no Brasil. Revista Universo Contábil, v. 11, n. 2, p. 65-84, 2015.

COELHO, A.C.; SOUTES, D.O.; MARTINS, G. de A. Abordagens metodológicas na área “contabilidade para usuários externos” – Enanpad: 2005-2006. Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade, v. 4, n. 1, p. 18-37, 2010.

COELHO, C.M.P.; NIYAMA, J.K.; RODRIGUES, J.M. Análise da qualidade da informação contábil frente a implementação dos IFRS: uma pesquisa baseada nos periódicos internacionais (1999 a 2010). Sociedade, Contabilidade e Gestão, v. 6, n. 2, p. 7-20, 2011.

CORREA, J.C.; GONÇALVES, M.N.; MORAES, R. de O. Disclosure ambiental das companhias do setor de petróleo, gás e biocombustíveis listadas na bm&fbovespa: uma análise à luz da teoria da legitimidade. Revista de Gestão Ambiental e Sustentabilidade, v. 4, n. 3. p. 139-154, 2015.

COSENZA, J.P. et al. Análise das características e similaridades presentes na produção científica dos congressos ANPCONT 2007-2014. Revista Contemporânea de Contabilidade, v. 13, n. 28, p. 19-56, 2016.

COSTA, F.; MARTINS, G. de A. Características epistemológicas de publicações científicas em Contabilidade: evidências de um cenário produtivista. Revista Contemporânea de Contabilidade, v. 13, n. 29, p. 33-68, 2016.

CRUZ, A.P.C. da et al. Perfil das redes de cooperação científica: congresso USP de controladoria e contabilidade – 2001 a 2009. Revista Contabilidade & Finanças, v. 22, n. 55, p. 64-87, 2011.

CRUZ, C.F. da; FERREIRA, A.C. de S.; SZUSTER, N. Estrutura conceitual da contabilidade no Brasil: percepção dos docentes dos programas de pós- graduação stricto sensu em ciências contábeis. Pensar Contábil, v. 13, n. 50, p. 53-63, 2011.

CUNHA, P.R. da; PLETSCH, C.S.; SILVA, A. da. Relação entre as características da empresa, do comitê de auditoria e do auditor independente com o prazo de publicação das demonstrações financeiras. Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade, v.9, 2015.

DAVEL, E.; ALCADIPANI, R. Estudos críticos em administração: a produção científica brasileira nos anos 1990. Revista de Administração de Empresas, v. 43, n. 4, 2003.

DIAS, W. de O.; NETO, J.E.B.; BARBOSA, R.R. Design e qualidade da informação nos websites dos programas brasileiros de pós-graduação em contabilidade. Revista de Informação Contábil, v. 4, n. 4, p. 1-22, 2010.

ERFURTH, A.E.; BEZERRA, F.A. Gerenciamento de resultados nos diferentes níveis de governança corporativa. Revista BASE da Unisinos, v. 10, n. 1, p. 32-42, 2013.

ESTRELLA, A.; BATAGLIA, W. A influência da rede de alianças no crescimento das empresas de biotecnologia de saúde humana na indústria brasileira. Organizações & Sociedade, v. 20, n. 65, p. 321-340, 2013.

FARIA, J.A. de; GOMES, S.M. da S.; DIAS FILHO, J.M.; ALBUQUERQUE, V. A Assimetria da informação na elaboração do orçamento: uma análise da produção científica nos periódicos internacionais entre 2005 e 2009. Revista Contabilidade Vista & Revista, v. 22, n. 2, p. 43-65, 2011.

FREZATTI, F.; AGUIAR, A.B. de; GUERREIRO, R. Diferenciações entre a contabilidade financeira e a contabilidade gerencial: uma pesquisa empírica a partir de pesquisadores de vários países. Revista Contabilidade & Finanças, n. 44, p. 9-22, 2007.

FREZATTI, F. Comunicações informações editorias 2016. Revista Contabilidade & Finanças, v. 28, n. 73, p. 148-165, 2017.

GABRIEL, F. Impacto da adesão às práticas recomendadas de governança corporativa no índice de qualidade da informação contábil. Tese (Doutorado em Ciências Contábeis), São Paulo: FEA/USP, 2011, 130 pg.

GOMES, C.H.P.; CAVALCANTE, P.S.; LINS, W.C.B. Análise de redes de colaboração científica dos docentes do programa de pós-graduação em educação matemática e tecnológica da Universidade Federal de Pernambuco. Em Teia, v. 7, n. 2, p. 1-25, 2016.

GONÇALVES, J.C. et al. Análise do impacto do processo de convergência às normas internacionais de contabilidade no brasil: um estudo com base na relevância da informação contábil. Revista Universo Contábil, v. 10, n. 3, p. 25-43, 2014.

LEAL, R.P.C.; ALMEIDA, V. de S.E.; BORTOLON, P.M. Produção científica brasileira em finanças no período 2000-2010. Revista de Administração de Empresas, v. 53, 2013.

LIMA, F.D.C.; DINIZ, J.R.; SILVA, D.M. da. Perfil de Produção científica em contabilidade: um comparativo entre os periódicos Contabilidade Vista & Revista e Universo Contábil, no período de 2006 a 2010. RACE, v. 12, n. 2, p. 607-640, 2013.

MACHADO, D.; BENETTI, J.; BEZERRA, F. Análise da produção científica sobre «earnings management» em periódicos brasileiros e internacionais de contabilidade. Revista de Gestão dos Países de Língua Portuguesa, v. 10, n. 4, p. 50-66, 2011.

MACHADO, D.P. et al. Incentivo à pesquisa científica durante a graduação em ciências contábeis: um estudo nas universidades do estado do Rio Grande do Sul. Revista de Informação Contábil, v. 3, n. 2, p. 37-60, 2009.

MACHADO JUNIOR, C.; SOUZA, M.T.S. de; PARISOTTO, I.R. dos S. Institucionalização do conhecimento em sustentabilidade ambiental pelos programas de pós-gradução stricto sensu em administração. Revista de Administração Contemporânea, v. 18, n. 6, p. 854-873, 2014.

MALACRIDA, M.J.C.; YAMAMOTO, M.M. Governança corporativa: nível de evidenciação das informações e sua relação com a volatilidade das ações do Ibovespa. Revista Contabilidade & Finanças, v. 17, n. Edição Especial, p. 65-79, 2006.

MARTINS, O.S.; LUCENA, W.G.L. Produtivismo acadêmico: as práticas dos docentes dos programas de pós-graduação em contabilidade. ASAA, v. 7, n. 1, p. 66-96, 2014.

MATOS, E.B.S. de et al. Congresso ANPCONT: análise bibliométrica descritiva e avaliativa dos artigos publicados de 2007 a 2011. Enfoque: Reflexão Contábil, v. 31, n. 3, 2012.

MELLO, C.M. de; CRUBELLATE, J.M.; ROSSONI, L. Dinâmica de relacionamento e prováveis respostas estratégicas de programas brasileiros de pós-graduação em administração à avaliação da CAPES: proposições institucionais a partir da análise de redes de co-autorias. Revista de Administração Contemporânea, v. 14, n. 3, p. 434-457, 2010.

MENDES-DA-SILVA, W.; ONUSIC, L.M.; GIGLIO, E.M. Rede de Pesquisadores de Finanças no Brasil: Um Mundo Pequeno Feito por Poucos. Revista de Administração Contemporânea, v. 17, n. 6, p. 739-763, 2013.

MENDONÇA, M.M. de et al. O impacto da Lei Sarbanes-Oxley (SOX) na qualidade do lucro das empresas brasileiras que emitiram ADRs. Revista Contabilidade & Finanças, v. 21, n. 52, p. 1-24, 2010.

MENDONÇA NETO, O.R. de; RICCIO, E.L.; SAKATA, C.G. Dez anos de pesquisa contábil no Brasil: análise dos trabalhos apresentados nos ENANPADs de 1996 a 2005. Revista de Administração de Empresas, v. 49, n. 1, p. 62-73, 2009.

MORÁS, V.R.; KLANN, R.C. Contabilidade do setor público: um estudo das redes sociais publicadas em periódicos internacionais. RACE, v. 15, n. 3, p. 1143-1168, 2016.

MOURA, G. D. de et al. Contabilidade e finanças: análise da plataforma teórica dos congressos ANPCONT e USP no período de 2007 a 2009. ConTexto, v. 11, n. 19, p. 7-19, 2011.

MURCIA, F.D.R.; SANTOS, A. dos. Discretionary-based disclosure: evidence from the brazilian market. Brazilian Administration Review, v. 9, n. 1, p. 88-109, 2012.

NASCIMENTO, A.R. do; JUNQUEIRA, E.; MARTINS, G. de A. Pesquisa acadêmica em contabilidade gerencial no Brasil: análise e reflexões sobre teorias, metodologias e paradigmas. Revista de Administração Contemporânea, v. 14, n. 6, p. 1113-1133, 2010.

NASCIMENTO, S. do; BEUREN, I.M. Redes sociais na produção científica dos programas de pósgraduação de ciências contábeis do Brasil. Revista de Administração Contemporânea, v. 15, n. 1, p. 47-66, 2011.

NORONHA, A.P.P. et al. (2006). Análise de teses e dissertações em orientação profissional. Revista Brasileira de Orientação Profissional, v. 7, n. 2, p. 1-10, 2006.

PINHEIRO, L.V.; SILVA, E.L. da. As redes cognitivas na ciência da informação brasileira: um estudo nos artigos científicos publicados nos periódicos da área. Ciência da Informação, v. 37, n. 3, p. 38-50, 2008.

PONTE, V.M.R.; OLIVEIRA, M.C. A prática da evidenciação de informações avançadas e não obrigatórias nas demonstrações contábeis das empresas brasileiras. Revista Contabilidade & Finanças, v. 15, n. 36, p. 7-20, 2004.

RAVELLI, A.P.X. et al. A produção do conhecimento em enfermagem e envelhecimento: estudo bibliométrico. Texto Contexto – Enfermagem, v. 18, n. 3, p. 506-12, 2009.

REINA, D.R.M.; REINA, D.; SILVA, S.F. da. Comparabilidade da informação contábil em empresas brasileiras após a adoção das normas internacionais de contabilidade. Revista Contemporânea de Contabilidade, v. 11, n. 23, p. 77-94, 2014.

RIBEIRO, H.C.M. Produção acadêmica dos artigos publicados em revistas científicas nacionais disponibilizadas na Base Atena sobre o tema gestão de riscos de 2000 a 2015. Revista Evidenciação Contábil & Finanças, v. 5, n. 1, p. 75-93, 2017.

RIBEIRO, H.C.M. Teoria dos stakeholders: um estudo bibliométrico de sua produção acadêmica divulgada nos periódicos nacionais de 1999 a 2013. Revista Contemporânea de Economia e Gestão, v. 14, n. 1, p. 163-192, 2016.

RIBEIRO, H.C.M.; RÖDER, E. dos S. F.; SILVA, E.L. da. Agricultura familiar e as teses de doutorado no Brasil. TransInformação, v. 25, n. 2, p. 111-126, 2013.

RIBEIRO, H.C.M.; SANTOS, M.C. dos. Perfil e evolução da produção científica do tema governança corporativa nos periódicos Qualis/Capes nacionais: uma análise bibliométrica e de redes sociais. Contabilidade, Gestão e Governança, v. 18, n. 3, p. 04-27, 2015.

SANTOS, R.N.M. dos. Produção científica: por que medir? O que medir? Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, v . 1, n. 1, p. 22-38, 2003.

SANTOS, V. dos et al. Folga orçamentária: características das publicações em periódicos internacionais. Revista Contabilidade Vista e Revista, v. 27, n. 1, p. 88-110, 2016.

SANTOS, V. dos; KLANN, R.C.; RAUSCH, R.B. Perfil das dissertações do mestrado em Ciências Contábeis da USP e FURB. Contabilidade, Gestão e Governança, v. 14, 2011.

SILVA, A.C. da; WANDERLEY, C.A.N.; SANTOS, R. dos. Utilização de ferramentas estatísticas em artigos sobre contabilidade financeira – um estudo quantitativo em três congressos realizados no país. Revista Contemporânea de Contabilidade, v. 1, n. 14, 2010.

SILVA, M.Z. da; BEUREN, I.M. Contabilidade gerencial em hospitais: análise bibliométrica de artigos publicados no período 1950 a 2011. Revista Alcance, v. 22, 2015.

SOUZA, F.C. de et al. Análise das IES da área de ciências contábeis e de seus pesquisadores por meio de sua produção científica. Revista Contabilidade Vista e Revista, v. 19, 2008.

SOUZA, M.J.P. de; FERREIRA, A.L.; HANLEY, A. et al. A quantitative analysis of the academic economic literature regarding the Brazilian Development Bank (BNDES). EconomiA, v. 16, n. 2, p. 157-175, 2015.

SOUZA, P. A. R. de; FARINA, M. C.; COSTA, C. de O. et al. Relações Sociais no setor de cama & café em parintins na amazônia: uma perspectiva com base nas análises de redes sociais. Revista Brasileira de Pesquisa em Turismo, v. 8, n. 1, p. 145-160, 2014.

WALTER, S.A.; BACHL, T.M.; BARBOSA, F. Estratégia como prática: análise longitudinal por meio de bibliometria e sociometria. Rebrae, v. 5, n. 3, p. 307-323, 2012.

Publicado
2017-10-03
Como Citar
Ribeiro, H. C. M. (2017). Contabilidade para usuários externos: uma análise da produção científica brasileira à luz do congresso ANPCONT de 2007 a 2016. Contextus – Revista Contemporânea De Economia E Gestão, 15(1), 195-220. https://doi.org/10.19094/contextus.v15i1.964
Seção
Artigos