À SOMBRA DA LITERATURA: MEMÓRIAS DA INFÂNCIA EM UM CONTO AUTOBIOGRÁFICO

  • Adelino Pereira dos Santos Universidade do Estado da Bahia

Resumo

Este conto revela episódios verídicos da minha infância.  São textos autobiográficos, embora eu não os escreva em primeira pessoa. São experiências vividas, sentidas ou parte do meu imaginário do ano de 1982, quando minha família passou a morar em uma fazenda,  no distrito do Orobó, zona rural de minha cidade natal, no interior da Bahia.  Hoje, graduado em Letras, mestre e doutor, professor de uma universidade pública, as lembranças que aqui ficam registradas ainda me apavoram. Escrever em primeira pessoa seria doloroso demais. Seria como se o menino que caminha na tela da memória ainda pudesse sentir cheiros, sabores, sensações táteis e emoções, retratados em cada linha deste conto. Em terceira pessoa, afasto-me das emoções e deixo somente que a razão transcreva o que o menino, escondido em algum lugar dentro de mim, dita, palavra por palavra. Por isso meus dedos deslizam rapidamente pelo teclado do computador. Por  isso  finjo produzir parágrafos  inteiros  em  tempo recorde. É que o menino já escreveu estas histórias. Eu apenas sou o intermediário entre ele e as páginas em branco. 

Biografia do Autor

Adelino Pereira dos Santos, Universidade do Estado da Bahia
Doutor em Letras. Professor adjunto da Universidade do Estado da Bahia
Publicado
2017-12-01
Seção
Criação