LUÍSA, DO PRIMO BASÍLIO, À LUZ D´AS FARPAS

  • Andrea Vecchia Nogueira FACULDADE DE CIÊNCIAS E LETRAS DE ASSIS - UNESP

Resumo

Um dos principais autores do Realismo na literatura portuguesa, Eça de Queiroz, publicou, além de romances e contos, alguns textos para o jornal As Farpas, editado, juntamente com Ramalho Urtigão, entre junho de 1871 e outubro de 1872. Por meio dessas publicações, o autor retratou os costumes da sociedade portuguesa do fim do século XIX. Alguns desses artigos trataram exclusivamente do papel social da mulher. Interessou-nos, assim, três deles: O primitivo prólogo das Farpas- estudo social de Portugal (1871); As meninas da Geração Nova em Lisboa e a Educação contemporânea (1872); e O problema do adultério (1872). Ao verificarmos a delineação dos caracteres da mulher apontados por Eça, podemos afirmar que n´As Farpas encontramos revelados os traços das personagens femininas do romance O Primo Basílio, principalmente no que diz respeito à construção da personagem Luísa. Com o intuito de buscar as razões humanas e os motivos da personalidade dessa personagem, os referidos artigos tornaram-se o apoio para a análise, a fim de demonstrar que essas personagens femininas são o reflexo da imagem da mulher da burguesia portuguesa do final do século XIX. Para tanto, contamos com as teorias de Berrini, Cortesão, Da Cal, Miné e Moog.

Biografia do Autor

Andrea Vecchia Nogueira, FACULDADE DE CIÊNCIAS E LETRAS DE ASSIS - UNESP

MESTRE EM LETRAS, ÁREA DE LINGUÍSTICA, PELA UNESP - ASSIS/SP

DOUTORANDA EM LETRAS, ÁREA LITERATURA E VIDA SOCIAL, PELA UNESP-ASSIS/SP

Referências

ASSIS, Machado de. Eça de Queirós: O Primo Basílio (Publicado em O Cruzeiro, 16 e 30/04/1878). In: Obra Completa de Machado de Assis, Rio de Janeiro: Nova Aguilar, vol. III, 1994. Disponível em <http://www.literaturabrasileira.ufsc.br/documentos/?action=download&id=8274> Acesso em: 18 jan. 2015.

BERRINI, Beatriz. (Org.). Eça de Queiroz: Obra Completa. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 2000.

________________. Portugal de Eça de Queiroz. Lisboa: Imprensa Nacional, 1984.

CORTESÃO, Jaime. Eça de Queiroz e a questão social. Lisboa: Portugália, 1970.

DA CAL, Ernesto Guerra. Língua e estilo de Eça de Queiroz.Tradução de Estella Glatt. – São Paulo: EDUSP; Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1969.

LINS, A. História Literária de Eça de Queiroz. Rio de Janeiro: O cruzeiro, 1964.

MINÉ, Elza. Páginas flutuantes: Eça de Queirós e o jornalismo no século XIX. Cotia: Ateliê Editorial, 2000.

MOOG, Viana. Eça de Queiroz e o século XIX. Porto Alegre: Globo, 1938.

MOISÉS, Massaud. A literatura portuguesa através dos textos. São Paulo, editora Cultrix, 1972.

QUEIROZ, Eça de. O primo Basílio. Domínio Público. Disponível em <http://cdn.luso-livros.net/wp-content/uploads/2013/10/O-Primo-Bas%C3%ADlio.pdf > Acesso em: 02 abr. 2015.

QUEIROZ, E.; ORTIGÃO, R. As Farpas: crónica mensal da política, das letras e dos costumes. Coordenação Maria Filomena Mônica. Cascais: Princípia, 2004.

REIS, Carlos (direção). História da Literatura Portuguesa: O Realismo e O Naturalismo. vol. 5. Direção Carlos Reis.. Lisboa: Publicações alfa, 2001.

SARAIVA, António José; LOPES, Óscar. História da literatura portuguesa. 17. ed. Porto: Ed. Porto, 1996.

WERNECK, Francisco J. dos Santos. As ideias de Eça de Queirós. Rio de Janeiro: Agir, 1946.

Publicado
2017-12-01
Seção
Estudos Literários