A VIDA E O ESPAÇO AUTOBIOGRÁFICO

  • Sávio Damato Mendes Doutorando pelo departamento de letras da Universidade Federal de Juiz de Fora http://orcid.org/0000-0002-9261-0222
  • André Monteiro Guimarães Dias Pires Universidade Federal de Juiz de Fora

Resumo

O estudo aqui proposto desenvolve-se a partir da análise do livro O Convidado Surpresa (2009), de Grégoire Bouillier. São observados, além de trechos da narrativa, fragmentos de entrevistas oferecidos pelo autor e por sua amante, Sophie Calle, à mídia; elementos biográficos e outros dados pertinentes à construção extratextual de sua narrativa, como as polêmicas levantadas por uma carta escrita, na vida real, pelo autor/personagem à sua amante e posteriormente transformada por ela em uma controversa exposição artística que percorreu alguns países. Pretende-se discutir, a partir desses dados, os limites e as intersecções entre a realidade, a ficção e a composição do espaço chamado autobiográfico. Estaria esse espaço limitado ao livro? Se não, como sua ampliação afetaria a construção do enredo de uma narrativa? Haveria barreiras à expansão e ao diálogo dos espaços reais e ficcionais? São algumas das questões que buscaremos responder no desenrolar das reflexões que seguem. Como corpo teórico, com o qual serão embasadas nossas reflexões, utilizaremos autores como Philippe Lejeune, em seu livro O Pacto Autobiográfico (2008); Leiris, em seu artigo “Da literatura como tauromaquia”, contido no livro A idade viril (2003) e Wander Melo Miranda, citado por Daiana Irene Klinger em Escritas de si, escritas do outro: o retorno do autor e a virada etnográfica(2007).

Biografia do Autor

Sávio Damato Mendes, Doutorando pelo departamento de letras da Universidade Federal de Juiz de Fora

Graduado em Letras pelo Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora. Especialista, Mestre e doutorando em Crítica e Estudos Literários pela Universidade Federal de Juiz de Fora.

André Monteiro Guimarães Dias Pires, Universidade Federal de Juiz de Fora
Graduado em Letras pela Universidade Federal de Juiz de Fora; Mestre, doutor e pós-doutor em Estudos da Literatura pela Pontífica Universidade Católica do Rio de Janeiro. Professor da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) desde 2010.

Referências

BOULLIER, Grégoire. O Convidado Surpresa. Rio de Janeiro: Cosac Naify, 2009

KLINGER, Daiana Irene. Escritas de si, escritas do outro: o retorno do autor e a virada etnográfica. Rio de Janeiro: 7 Letras, 2007;

LEIRIS, Michel. Da literatura como tauromaquia in A idade viril. Rio de Janeiro: Cosac Naify, 2003;

LEJEUNE, Philippe. O pacto autobiográfico. Trad. Jovita Maria Gerheim Noronha. Belo Horizonte: UFMG, 2008;

LEJEUNE, Philippe. O pacto autobiográfico (Bis). Belo Horizonte: UFMG, 2008;

SITES:

VASONCELOS, Suzana. Entrevista É tudo verdade em meus livros, diz Gregoire Boullier. 10/08/2012, in http://oglobo.globo.com/blogs/prosa/posts/2009/06/28/tudo-verdade-em-meus-livros-diz-gregoire-bouillier-199523.asp

DUME, Paula. “Na exposição "Cuide de Você", Sophie Calle mescla imagem, literatura, vídeo e som”. Folha de S. Paula, 11/07/2009. Acesso em: 25/03/2017. Via:

>http://www1.folha.uol.com.br/folha/livrariadafolha/ult10082u593760.shtml< ;

VELASCO, Suzana. “'Tudo é verdade em meus livros', diz Grégoire Bouillier”. O Globo, 28/06/2009. Acesso em: 25/03/2017. Via: >http://blogs.oglobo.globo.com/prosa/post/tudo-verdade-em-meus-livros-diz-gregoire-bouillier-199523.html< .

Publicado
2017-12-01
Seção
Estudos Literários