A LUTA ENTRE IMPULSO DE VIDA E MORTE EM "VIVER!", DE MACHADO DE ASSIS

  • Adilson dos Santos

Resumo

O conto “Viver!”, de Machado de Assis, ambientase no sonho de Ahasverus, o judeu condenado a vagar pelo mundo imortalmente por ter empurrado Jesus no seu percurso para a crucificação. Este aspecto onírico mostra-se revelador para a compreensão do protagonista, uma vez que, da leitura de seu sonho, o leitor consegue chegar às suas aspirações mais profundas. O conto o apresenta como sendo o último dos homens e, por esta razão, prestes a morrer, já que a pena imposta duraria até o findar da espécie humana. À primeira vista, tal condenação se caracterizaria como sendo por demais funesta. Nesse sentido, para ele, morrer seria um alívio. Todavia, até então, a morte estava excluída de seu horizonte. Não poderia perder a vida, visto que havia perdido a morte, o que demonstra que a pena imposta lhe foi igualmente conveniente, pois lhe garantiu a longevidade. A situação vivida em seu sonho vem justamente assinalar aquilo que o judeu mais anseia: viver. Palavras-Chave: Sonho; Vida; Morte.
Como Citar
DOS SANTOS, A. A LUTA ENTRE IMPULSO DE VIDA E MORTE EM "VIVER!", DE MACHADO DE ASSIS. Revista de Letras, v. 1, n. 28, 11.