Web Semântica: fluxo para publicação de dados abertos e ligados

Palavras-chave: Linked data, Web semântica, Publicação de dados, Dados ligados, Fluxo organizacional

Resumo

Publicar dados em formato aberto e semântico tem se tornado um grande desafio as organizações ao redor do mundo. Há uma grande variedade de ações que devem ser executadas para que um projeto de publicação de dados possa ser concluído. Esta pesquisa tem como objetivo principal apresentar uma proposta de fluxo organizacional, segmentado em fases, que descreva as atividades que devem ser desenvolvidas no processo de publicação de dados em formato aberto e semântico seguindo as melhores práticas de dados ligados. A metodologia utilizada é baseada em pesquisa descritiva e analítica, baseada em análise documental. Como resultado espera-se que o fluxo apresentado possa contribuir com o desenvolvimento de novos projetos de publicação de dados em formato aberto e semântico.

Biografia do Autor

José Eduardo Santarém Segundo, Universidade de São Paulo (USP)
Doutor e Mestre em Ciência da Informação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho-UNESP-Marília/SP; Professor Doutor no Departamento de Educação, Informação e Comunicação, da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, da Universidade de São Paulo (USP); Docente do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UNESP/Marília na linha de Informação e Tecnologia. Coordenador do GT8 - Informação e Tecnologia, da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Ciência da Informação (ANCIB). Atua na linha de pesquisa - Ambientes Digitais e Tecnologias Aplicadas a Informação e Comunicação - , com ênfase em Web Semântica, Linked Data, Dados Abertos e Acervos Digitais. Lider do NEWSDA - Núcleo de Estudos em Web Semantica e Dados Abertos. Recebeu o Prêmio de Melhor Tese pela Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Ciência da Informação (ANCIB) - Ano 2011. Recebeu também Menção Honrosa no Prêmio Capes de Teses - 2011 (Ciências Sociais Aplicadas.

Referências

BERNERS-LEE T.; LASSILA, O.; HENDLER, J. The semantic web. Scientific American, New York, v. 5, 2001.

BERNERS-LEE, T. Linked data principles. 2006. Disponível em: <https://bit.ly/1x6N7XI>. Acesso em: 09 jun. 2018.

BORKO, Harold. Information science: what is it? American Documentation, [S.l.], v. 19, n. 1, p. 3-5, 1968. Disponível em: <https://bit.ly/2DLQfkL>. Acesso em: 10 jul. 2018. DOI: http://doi.org/d9zjg3.

EAVES, D. The Three laws of open government data. 2009. Disponível em: <https://bit.ly/2ftyZUW>. Acesso em: 10 jul. 2018.

GUIMARÃES, J. A. C. Perspectivas de ensino e pesquisa em organização do conhecimento em cursos de Biblioteconomia do Mercosul: uma reflexão. In: ENCUENTRO DE INVESTIGADORES DE BIBLIOTECOLOGIA Y CIENCIA DE LA INFORMACIÓN DE IBEROAMERICA Y EL CARIBE, 5., 2000, Granada. Anais...Granada: EDIBCIC, 2000.

HEY, T. et al. (Org.). The Fourth Paradigm: Data-Intensive Scientific Discovery. Redmond, Washington: Microsoft Research, 2009. Disponível em: <https://bit.ly/1iD63DJ>. Acesso em: 10 ago. 2018.

LÓSCIO, B. F.; BURLE, C.; CALEGARI, N. Data on the Web Best Practices: challenges and benefits. W3C Recommendation, 2017. Disponível em: <https://bit.ly/2FG1EoK>. Acesso em: 10 jun. 2018.

MANUAL dos dados abertos: desenvolvedores. Cooperação técnica científica entre Laboratório Brasileiro de Cultura Digital e o Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br). São Paulo: Comitê Gestor da Internet no Brasil, 2011. Disponível em: <https://bit.ly/2Ai8oTB>. Acesso em: 10 abr. 2018.

MELO, J. O. S.; BOTEGA, L. C.; SANTAREM SEGUNDO, J. E. Metodologia de avaliação de qualidade para dados conectados. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 18., 2017, Marília. Anais... Marília Unesp: ANCIB, 2017.

OPEN KNOWLEDGE FOUNDATION. About OKF. 2004. Disponível em: <http://okfn.org/about/>. Acesso em: 25 ago. 2018.

SANTARÉM SEGUNDO, J. E. Web Semântica, dados ligados e dados abertos: uma visão dos desafios do Brasil frente as iniciativas internacionais. Tendências da Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação, João Pessoa, v. 8, p. 219–239, 2015.

SANTARÉM SEGUNDO, J. E; CONEGLIAN, C. S. Web Semântica e Ontologias: um estudo sobre construção de axiomas e uso de inferências. Informação & Informação, Londrina, v. 21, n. 2, p. 217–244, dez. 2016. Disponível em: <https://bit.ly/2uLpbgL>. Acesso em: 09 jun. 2018.

SARACEVIC, Tefko. Ciência da informação: origem, evolução e relações. Perspectivas em Ciência da Informação. Belo Horizonte, v. 1, n. 1, p. 41-62, jan./jun. 1996.

SAYÃO, L. S. F.; SALES, L. F. Digital curation: a new platform for digital preservation of research data. Informação & Sociedade: Estudos, Paraíba, v. 22, n. 3, 2012. Disponível em: <https://bit.ly/2KLvOIq>. Acesso em: 09 set. 2018.

Publicado
2018-11-26
Como Citar
SANTARÉM SEGUNDO, J. E. Web Semântica: fluxo para publicação de dados abertos e ligados. Informação em Pauta, v. 3, n. Especial, p. 117-140, 26 nov. 2018.
Seção
Artigos