Qualidade de vida de pessoas com doença renal crônica em hemodiálise

Christiellei Lidanne Alencar Marinho, Jeany Freire de Oliveira, Jéssica Eidler da Silva Borges, Rudval Souza da Silva, Flávia Emília Cavalcanti Valença Fernandes

Abstract


Objetivo: analisar a qualidade de vida de pessoas com doença renal crônica. Métodos: estudo transversal, descritivo com pessoas em hemodiálise. A coleta de dados foi realizada com 105 participantes e utilizou-se o instrumento Kidney Disease and Quality-of-Life Short-Form. Os dados foram analisados utilizando-se média, mediana e desvio padrão. Resultados: a amostra foi composta predominantemente pelo sexo masculino, idade acima de 60 anos e que não exercem atividade laboral. Situação de trabalho e Função Física foram as dimensões de qualidade de vida mais afetadas, com médias de 14,76 e 43,1, respectivamente. A Função Cognitiva e Função Sexual apresentaram melhores resultados, com média 86,41 e 86,56. Conclusão: a doença renal crônica e o tratamento hemodialítico interferem na qualidade de vida dos indivíduos, com maiores prejuízos nas dimensões de situação de trabalho e função física e melhor repercussão nos domínios dor, função social, função cognitiva e função sexual.

 

Keywords


Cuidados de Enfermagem; Insuficiência Renal Crônica; Qualidade de Vida.

Full Text:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15253/rev%20rene.v18i3.20071

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


SciELO - Scientific Electronic Library OnlineResultado de imagem para Rede Iberoamericana de Editoração Científica em Enfermagem