Ocorrência de eventos hemorrágicos relacionados aos dispositivos invasivos manipulados pela enfermagem em pacientes anticoagulados

Flavia Giron Camerini, Lolita Dopico da Silva, Danielle de Mendonça Henrique, Karla Biancha Silva Andrade, Luana Ferreira de Almeida

Resumo


Objetivo: verificar a ocorrência de eventos hemorrágicos relacionados aos dispositivos invasivos manipulados pela enfermagem em pacientes anticoagulados. Métodos: estudo de coorte retrospectivo, com análise em prontuário. Foram investigados 867 prontuários, encontrando-se uma amostra de 79 pacientes que fizeram uso de heparina sódica em infusão contínua. Os tipos de eventos hemorrágicos e os diferentes dispositivos invasivos foram submetidos aos tratamentos estatísticos não paramétricos e às medidas de associação. Resultados: os tipos de eventos hemorrágicos mais comuns foram na pele (47,4%); sítio de punção (15,8%); nas vias aéreas (15,8%); no sistema geniturinário (15,8%) e no sistema gastrointestinal (10,5%). Pacientes com cateter nasoenteral têm 15,8 vezes mais risco de sangramento do trato gastrointestinal (p=0,032) Conclusão: a taxa de eventos hemorrágicos (21,5%) foi elevada e mais frequente na pele. Pacientes com cateter nasoenteral têm maior risco de sangramento gastrointestinal e com cateter vesical de demora têm sete vezes mais risco de hematúria.

Palavras-chave


Cuidados de Enfermagem; Hemorragia; Anticoagulantes.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15253/rev%20rene.v18i4.20200

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Este trabalho está licenciado sob Creative Commons – Licença CC BY  https://creativecommons.org/licenses/

 Marca ABEC CompletaResultado de imagem para Rede Iberoamericana de Editoração Científica em Enfermagem