Significados atribuídos por profissionais de saúde ao processo de envelhecimento de idosos institucionalizados*

Camila Aparecida Pinheiro Landim Almeida, Francisco Nayran de Oliveira Silva, Vânia Angélica de Sousa e Souza, Verlene de Oliveira Santos, Eliana Campêlo Lago, Wanderson Carneiro Moreira

Resumo


Objetivo: analisar os significados atribuídos por profissionais de saúde ao processo de envelhecimento de idosos institucionalizados. Métodos: estudo qualitativo realizado com dez profissionais de saúde em duas instituições de longa permanência para idosos. Foi utilizado roteiro semiestruturado de entrevista com questões relativas ao processo de envelhecimento de idosos institucionalizados. Os dados foram analisados de acordo com o símbolo, o referente e o pensamento propostos pela Teoria Representacional do Significado. Resultados: os significados obtidos resultaram em aspectos relacionados ao ser idoso; idoso frágil; exclusão social e valores culturais (símbolo); elementos relacionados ao processo de envelhececimento (referente); e o reconhecimento dos aspectos institucionais (pensamento). Conclusão: os significados atribuídos pelos profissionais de saúde ao processo de envelhecimento relacionaram-se à fragilidade de ser idoso, tendo em vista a exclusão social, aspectos culturais e institucionalização. Estes significados permitem refletir sobre a prática cotidiana da integralidade no cuidado aos idosos institucionalizados.

Palavras-chave


Envelhecimento; Saúde do Idoso Institucionalizado; Pessoal de Saúde.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15253/rev%20rene.v18i5.30830

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Este trabalho está licenciado sob Creative Commons – Licença CC BY  https://creativecommons.org/licenses/

 Marca ABEC Completa