Autoestima de pacientes com doença arterial coronariana

Daniele Alcalá Pompeo, Letícia Palota Eid, Isabela Gonzales Carvalho, Eduarda dos Santos Bertolli, Natalia Serafim de Oliveira

Resumo


Objetivo: avaliar a autoestima de indivíduos com doença arterial coronariana. Métodos:estudo transversal, realizado com 77 participantes. Foram utilizados os instrumentos: Escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão e Escala de Autoestima de Rosenberg. Resultados: a maioria dos participantes obteve autoestima moderada 48 (62,3%), seguida de baixa 29 (37,7%), sendo influenciada pelas variáveis: sexo (p=0,040), escolaridade (p=0,009), sintomas ansiosos (p=0,010) e depressivos (p=0,030). Conclusão: pacientes com doença arterial coronariana apresentaram médios e baixos escores de autoestima. Níveis mais elevados de autoestima foram associados ao sexo feminino, maior escolaridade e à presença de sintomas de ansiedade e depressão.

Palavras-chave


Doença das Coronárias; Autoimagem; Transtornos de Adaptação.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15253/rev%20rene.v18i6.31070

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Este trabalho está licenciado sob Creative Commons – Licença CC BY  https://creativecommons.org/licenses/

 Marca ABEC Completa