Processos de confronto dos enfermeiros face à morte inesperada de crianças e adolescentes

Lígia Maria Monteiro Lima, Cândida Assunção Santos Pinto, Sandra Maria de Barros Gonçalves

Resumo


Objetivo: compreender as estratégias de confronto utilizadas pelos enfermeiros para lidar com a morte inesperada em pediatria. Métodos: pesquisa qualitativa com seis profissionais de enfermagem que trabalham em serviços de urgência e cuidados intensivos pediátricos. Procedeu-se a analise de conteúdo. Resultados: dos dados emergiram dois grupos: Estratégias centradas na avaliação da situação em que os profissionais tentam, através de processos racionais, compreender e aceitar a morte inesperada; estratégias centradas na gestão emocional, em que é reconhecido o sofrimento resultante do confronto com a morte inesperada, procurando estratégias de melhor gestão desse confronto. Conclusão: os profissionais sofrem e procuram mecanismos de confronto para gerir o processo de luto com a morte inesperada de criança/adolescente. 


Palavras-chave


Enfermagem Pediátrica; Morte; Transtornos de Estresse Traumático.

Texto completo:

PDF (English) PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15253/2175-6783.20181933087

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Este trabalho está licenciado sob Creative Commons – Licença CC BY  https://creativecommons.org/licenses/

 Marca ABEC Completa