Fatores associados a um impacto na qualidade de vida pós-revascularização miocárdica

Andressa Rodrigues de Souza, Carla Lorenna Ferreira de Albuquerque, Flávio Antônio Silva, Regimar Carla Machado

Resumo


Objetivo: analisar evidências científicas que abordem fatores associados a um impacto na qualidade de vida de pacientes submetidos à revascularização miocárdica. Métodos: revisão integrativa, realizada nas bases de dados Medical Literature Analysis and Retrieval System Online/Pubmed, Web of Science, Scopus, Science Direct, Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde e Scientific Electronic Library Online. Resultados: selecionados oito estudos, predominando os coorte prospectivos, publicados nos anos de 2003 a 2013. A piora na qualidade de vida foi determinada pelos instrumentos Medical Outcomes Short-Form-36 Health Survey - SF-36 e Item Health Survey - RAND-36, e os fatores de impacto foram: idade >75 anos, sexo feminino, história prévia de infarto do miocárdio ou angina de peito e associação de comorbidades como diabetes mellitus e depressão. Conclusão: fatores como extremo de idade e sexo feminino se destacaram na piora da qualidade de vida de pacientes submetidos à revascularização do miocárdio.


Palavras-chave


Revascularização Miocárdica; Qualidade de Vida; Período Pós-Operatório; Avaliação de Resultado de Intervenções Terapêuticas.

Texto completo:

PDF (English) PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15253/2175-6783.2018193459

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Este trabalho está licenciado sob Creative Commons – Licença CC BY  https://creativecommons.org/licenses/

 Marca ABEC Completa