Qualidade de vida de pessoas vivendo com o vírus e síndrome da imunodeficiência humana

Sergio Vital da Silva Júnior, Wilton José de Carvalho Silva, Natalia Silva Lourenço, Jordana Almeida Nogueira, Ana Cristina de Oliveira e Silva, Maria Eliane Moreira Freire

Resumo


Objetivo: caracterizar a produção científica brasileira sobre qualidade de vida de pessoas vivendo com vírus da imunodeficiência humana/Síndrome da Imunodeficiência Adquirida. Métodos: estudo bibliométrico, com 20 dissertações e 18 teses, disponíveis na Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações. O material empírico foi submetido à estatística descritiva e inferencial, utilizando-se o software R-Project, versão 3.5.1a. Resultados: observou-se incremento de estudos sobre a temática, no período de 2006 a 2012; a maioria oriundo das Regiões Nordeste e Sudeste do Brasil; realizados, principalmente, pelas áreas de Enfermagem e Psicologia. Evidenciou-se utilização de instrumentos específicos de avaliação da qualidade de vida de pessoas que vivem com vírus ou síndrome da imunodeficiência adquirida. Conclusão: existe significativa produção científica brasileira sobre a temática, com evidências quanto à avaliação das dimensões física, social, psicoemocional da qualidade de vida de pessoas vivendo com vírus da imunodeficiência humana/Síndrome da Imunodeficiência Adquirida, em detrimento da dimensão cultural e espiritual/religiosa.


Palavras-chave


Síndrome de Imunodeficiência Adquirida; HIV; Qualidade de Vida; Enfermagem; Bibliometria.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.15253/2175-6783.20192039638

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Este trabalho está licenciado sob Creative Commons – Licença CC BY  https://creativecommons.org/licenses/

Marca ABEC Completa