Qualidade de vida de pessoas vivendo com o vírus e síndrome da imunodeficiência humana

Palavras-chave: Síndrome de Imunodeficiência Adquirida; HIV; Qualidade de Vida; Enfermagem; Bibliometria.

Resumo

Objetivo: caracterizar a produção científica brasileira sobre qualidade de vida de pessoas vivendo com vírus da imunodeficiência humana/Síndrome da Imunodeficiência Adquirida. Métodos: estudo bibliométrico, com 20 dissertações e 18 teses, disponíveis na Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações. O material empírico foi submetido à estatística descritiva e inferencial, utilizando-se o software R-Project, versão 3.5.1a. Resultados: observou-se incremento de estudos sobre a temática, no período de 2006 a 2012; a maioria oriundo das Regiões Nordeste e Sudeste do Brasil; realizados, principalmente, pelas áreas de Enfermagem e Psicologia. Evidenciou-se utilização de instrumentos específicos de avaliação da qualidade de vida de pessoas que vivem com vírus ou síndrome da imunodeficiência adquirida. Conclusão: existe significativa produção científica brasileira sobre a temática, com evidências quanto à avaliação das dimensões física, social, psicoemocional da qualidade de vida de pessoas vivendo com vírus da imunodeficiência humana/Síndrome da Imunodeficiência Adquirida, em detrimento da dimensão cultural e espiritual/religiosa.

Referências

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Vigilância em Saúde. Boletim Epidemiológico HIV/Aids [Internet]. 2017 [citado 2019 jan. 23]; 48(1):1-52. Disponível em: http://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2017/janeiro/05/2016_034-Aids_publicacao.pdf

Okuno MFP, Gomes AC, Meazzini L, Scherrer Júnior G, Belasco Junior D, Belasco AGS. Qualidade de vida de pacientes idosos vivendo com HIV/Aids. Cad Saúde Pública. 2014; 30(7):1551-9. doi: http://dx.doi.org/10.1590/0102-311X00095613

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Vigilância em Saúde. Manual técnico para o diagnóstico da infecção pelo HIV em adultos e crianças [Internet]. 2018 [citado 2019 jan. 23]. Disponível em: http://www.aids.gov.br/pt-br/node/57787

Domingues JP, Oliveira DC, Marques SC. Quality of life social representations of people living with HIV/Aids. Texto Contexto Enferm. 2018; 27(2):e1460017. doi: http://dx.doi.org/10.1590/0104-070720180001460017

Freire MEM, Sawada NO, França ISX, Costa SFG, Oliveira CDB. Health-related quality of life among patients with advanced cancer: an integrative review. Rev Esc Enferm USP. 2014; 48(2):357-67. doi: http://10.1590/S0080-6234201400002000022

Soares ASF, Amorim MISPL. Qualidade de vida e espiritualidade em pessoas idosas institucionalizadas. Rev Port Enferm Saúde Mental [Internet]. 2015 [citado 2019 jan. 23]; 2(spe2):45-51. Disponível em: http://www.scielo.mec.pt/pdf/rpesm/nspe2/nspe2a08.pdf

Alemayehu M, Wubshet M, Mesfin N, Tamiru A, Gebayehu A. Health-related quality of life of HIV infected adults with and without Visceral Leishmaniasis in Northwest Ethiopia. Health Qual Life Outcomes. 2017; 15(65):65. doi: http://dx.doi.org/10.1186/s12955-017-0636-6

Costa JM, Nogueira LT. Fatores associados à qualidade de vida relacionada à saúde de receptores de transplantes renais em Teresina, Piauí, 2010. Epidemiol Serv Saúde. 2014; 23(1):121-9. doi: http://dx.doi.org/10.5123/S1679-49742014000100012

Medeiros B, Silva J, Saldanha AAW. Determinantes biopsicossociais que predizem qualidade de vida em pessoas que vivem com HIV/Aids. Estud Psicol (Natal). 2013; 18(4):543-50. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S1413-294X2013000400001

Agra MAC, Freitas TCS, Caetano JÁ, Alexandre ACS, Sá GGM, Galindo Neto NM. Nursing dissertations and theses on the mobile emergency care services: a bibliometric study. Texto Contexto Enferm. 2018; 27(1):e3500016. doi: http://dx.doi.org/10.1590/0104-07072018003500016

Portal SG. Una nueva perspectiva teórica de la bibliometría basada en su dimensión histórica y sus referentes temporales. Investig Bibl. 2016; 30(70):11-6. doi: http://dx.doi.org/10.1016/j.ibbai.2016.10.001

Vanz SAS, Stumpf IRC. Colaboração científica: revisão teórico-conceitual. Perspect Ciênc Inf. 2010; 15(2):42-55. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S1413-99362010000200004

Costa ICP, Costa SFG, Andrade CG, Oliveira RC, Abrão FMS, Silva CRL. Scientific production on workplace bullying/harassment in dissertations and theses in the Brazilian scenario Rev Esc Enferm USP. 2015; 49(2):265-74. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0080-623420150000200012

Moher D, Liberati A, Tetzlaff J, Altman DG, PRISMA Group. Preferred reporting items for systematic reviews and meta-analyses: the PRISMA statement. Ann Intern Med. 2009; 151(4):264–9. doi: http://dx.doi.org/10.7326/0003-4819-151-4-200908180-00135

Luna IT, Silva KL, Oliveira SKP, Lima FET, Araújo TL, Damasceno MMC. Analysis of references of the brazilian nursing doctoral thesis: bibliometric study. Rev Enferm UFPE on line [Internet]. 2015 [cited Jan. 13, 2019]; 9(5):7753-9. Available from: www.periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/view/10521/0

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Vigilância em Saúde. Boletim Epidemiológico HIV/Aids [Internet]. 2016 [citado 2019 jan. 23]. Disponível em: http://www.aids.gov.br/pt-br/pub/2016/boletim-epidemiologico-de-aids-2016

Silva FS, Oliveira FBM, Mendes ACC, Silva G, Santos SO, Pessoa RMC. Preditores associados à qualidade de vida em pessoas vivendo com HIV/Aids: revisão integrativa. Rev Prev Infecç Saude [Internet]. 2015 [citado 2019 jan. 23]; 1(2):53-63. Disponível em: http://www.ojs.ufpi.br/index.php/nupcis/article/view/3589/pdf

Suto CSS, Oliveira JF, Paiva MS. Social Representations of health care professionals on Acquired Immune Deficiency Syndrome. Rev Bras Enferm. 2018; 71(4):1934-9. doi: http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167-2015-0001

Villela WV, Monteiro S. Gênero, estigma e saúde: reflexões a partir da prostituição, do aborto e do HIV/Aids entre mulheres. Epidemiol Serv Saude. 2015; 24(3):531-40. doi: http://dx.doi.org/10.5123/S1679-49742015000300019

Araújo MAD, Carvalho DMS, Oliveira HJP, Nascimento LG, Santos ACC. A abordagem atual a mu- lher soropositiva para o HIV frente a maternidade: revisão integrativa. Rev Saúde [Internet]. 2017 [citado 2019 jan. 23]; 11(1): 41. Disponível em: http://revistas.ung.br/index.php/saude/article/view/3141/2264

Calvetti PÜ, Giovelli GRM, Gauer GJC, Moraes JFD. Níveis de ansiedade, estresse percebido e suporte social em pessoas que vivem com HIV/Aids. Psicol Teor Pesq. 2016; 32(4):e324317. doi: http://dx.doi.org/10.1590/0102.3772e324317

Camillo SO, Maiorino FT, Chaves LC. Nursing teaching on HIV/Aids in the perspective of citizenship. Rev Gauch Enferm. 2013; 34(3): 117-23. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S1983-14472013000300015

Lopes LM, Magnabosco GT, Andrade RLP, Ponce MAZ, Wysocki AD, Ravanholi GM, et al. Coordenação da assistência prestada às pessoas que vivem com HIV/Aids em um município do Estado de São Paulo, Brasil. Cad Saúde Pública. 2014; 30(11): 2283-97. doi: http://dx.doi.org/10.1590/0102-311X00091213.

Fernandes ES, Almeida IS, Costa CCP, Ribeiro IB. A vivência do ser-adolescente com HIV/Aids: um estudo fenomenológico para a enfermagem. Rev Enferm Prof [Internet]. 2014 [citado 2019 mar. 22]; 1(2):447-61. Disponível em: https://docplayer.com.br/36947218-Rev-enf-profissional-jul-dez-1-2-447-issn.html

Bellini JM, Reis RK, Reinato LAF, Magalhães RLB, Gir E. Quality of life of HIV seropositive women. Acta Paul Enferm. 2015; 28(4):350-4. doi: http://dx.doi.org/10.1590/1982-0194201500059

Machado CJ, Pereira CA. Instrumentos de coleta de dados na saúde pública: resenha crítica da obra de Monteiro e Horta. Cad Saúde Coletiva. 2014; 22(4):437-8. doi: http://dx.doi.org/10.1590/1414-462X201400040002

Hipolito RL, Oliveira DC, Costa TL, Marques SC, Pereira ER, Gomes AMT. Quality of life of people living with HIV/Aids: temporal, socio-demographic and perceived health relationship. Rev Latino-am Enfermagem. 2017; 25:e2874. doi: https://doi.org/10.1590/1518-8345.1258.2874

Oliveira ADF, Vieira MCA, Silva SPC, Mistura C, Jacobi CS, Lira MOSC. Effects of HIV in daily life of women living with AIDS. Rev Pesqui Cuid Fundam On line. 2015; 7(1):1975-86. doi: https://doi.org/10.9789/2175-5361.2015.v7i1.1975-1986

Espírito Santo CC, Gomes AMT, Oliveira DC, Marques SC. Antiretroviral treatment adherence and the spirituality of people with HIV/Aids: social representations study. Rev Enferm UERJ [Internet]. 2013 [cited Jan. 21, 2019]; 21(4):458-63. Available from: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/enfermagemuerj/article/view/10005/8130

Publicado
2019-05-09
Seção
Artigos de Revisão