Acurácia e prevalência das características definidoras do diagnóstico Troca de gases prejudicada em crianças

Alan Alves de Oliveira Araújo, Lívia Maia Pascoal, Paula Vitória Costa Gontijo, Marcos Venícios de Oliveira Lopes, Marcelino Santos Neto, Simony Fabíola Lopes Nunes

Resumo


Objetivo: avaliar a acurácia e determinar a prevalência das características definidoras do diagnóstico de enfermagem Troca de gases prejudicada em crianças com doenças respiratórias. Métodos: estudo transversal realizado com 236 crianças que estavam nas 48 horas iniciais de internação hospitalar. Utilizou-se questionário com dados sociodemográficos e exame físico do sistema respiratório para identificação das características definidoras do diagnóstico estudado. Para análise da acurácia foram calculadas as medidas de sensibilidade e especificidade. Resultados: o diagnóstico Troca de gases prejudicada esteve presente em 21,6% da amostra e as características definidoras mais prevalentes foram Dispneia e Taquicardia. No que se refere às medidas de acurácia, as características que apresentaram altos valores de sensibilidade foram Dispneia e Padrão Respiratório anormal, enquanto Cianose, Hipoxemia e Inquietação obtiveram elevados valores de especificidade. Conclusão: as características que se destacaram tanto pelas medidas de acurácia quanto pela prevalência foram Dispneia e Padrão respiratório anormal.


Palavras-chave


Infecções Respiratórias; Acurácia dos Dados; Diagnóstico de Enfermagem; Criança.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.15253/2175-6783.20192040159

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Este trabalho está licenciado sob Creative Commons – Licença CC BY  https://creativecommons.org/licenses/

Marca ABEC Completa