Acurácia e prevalência das características definidoras do diagnóstico Troca de gases prejudicada em crianças

Palavras-chave: Infecções Respiratórias; Acurácia dos Dados; Diagnóstico de Enfermagem; Criança.

Resumo

Objetivo: avaliar a acurácia e determinar a prevalência das características definidoras do diagnóstico de enfermagem Troca de gases prejudicada em crianças com doenças respiratórias. Métodos: estudo transversal realizado com 236 crianças que estavam nas 48 horas iniciais de internação hospitalar. Utilizou-se questionário com dados sociodemográficos e exame físico do sistema respiratório para identificação das características definidoras do diagnóstico estudado. Para análise da acurácia foram calculadas as medidas de sensibilidade e especificidade. Resultados: o diagnóstico Troca de gases prejudicada esteve presente em 21,6% da amostra e as características definidoras mais prevalentes foram Dispneia e Taquicardia. No que se refere às medidas de acurácia, as características que apresentaram altos valores de sensibilidade foram Dispneia e Padrão Respiratório anormal, enquanto Cianose, Hipoxemia e Inquietação obtiveram elevados valores de especificidade. Conclusão: as características que se destacaram tanto pelas medidas de acurácia quanto pela prevalência foram Dispneia e Padrão respiratório anormal.

Referências

Pinto BF, Araújo PQ, Amaral JDF. Atuação da fisioterapia no esforço respiratório em crianças hospitalizadas com infecção respiratória aguda: um estudo comparativo. Fisioter Br. 2017; 18(2):140-7. doi: http://dx.doi.org/10.33233/fb.v18i2.791

Azevedo JVV, Alves TLB, Azevedo PV, Santos CAC. Influência das variáveis climáticas na incidência de infecção respiratória aguda em crianças no município de Campina Grande, Paraíba, Brasil. Rev Agrogeoambiental. 2014; 2:41-6. doi:http://dx.doi.org/10.18406/2316-1817v0n02014742

Chaves DBR, Beltrão BA, Pascoal LM, Oliveira ARS, Andrade LZC, Santos ACB, et al. Defining characteristics of the nursing diagnosis “ineffective airway clearance”. Rev Bras Enferm. 2016; 69(1):92-8. doi: http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167.2016690114i

Lopes TAMC, Monteiro MDFV, Oliveira JD, Oliveira DR, Pinheiro AKB, Damasceno SS. Nursing diagnoses in hospitalized children. Rev Rene. 2017; 18(6):756-62. doi: http://dx.doi.org/10.15253/2175-6783.2017000600008

Pascoal LM, Lopes MVO, Chaves DBR, Beltrão BA, Silva VM, Monteiro FPM. Impaired gas exchange: accuracy of defining characteristics in children with acute respiratory infection. Rev Latino-Am Enfermagem. 2015; 23(3):491-9. doi: http://dx.doi.org/10.1590/0104-1169.0269.2581

Gimenes FRE, Motta APG, Silva PCS, Gobbo AFF, Atila E, Carvalho EC. Identifying nursing interventions associated with the accuracy used nursing diagnoses for patients with liver cirrhosis. Rev Latino-Am Enfermagem. 2017; 25(2933):1-9. doi: http://dx.doi.org/10.1590/1518-8345.2016.2933

Herdman TH, Kamitsuru S. Diagnósticos de Enfermagem da NANDA-I: definições e classificação 2018-2020. Porto Alegre: Artmed; 2017.

Avena MJ, Pedreira MLG, Gutiérrez MGR. Conceptual validation of the defining characteristics of respiratory nursing diagnoses in neonates. Acta Paul Enferm. 2014; 27(1):76-85. doi: http://dx.doi.org/10.1590/1982-0194201400015

Ziegler B, Fernandes AK, Sanches PRS, Konzen GL, Dalcin PTR. Variabilidade da percepção da dispneia medida através de um sistema de cargas resistivas inspiratórias em indivíduos saudáveis. J Bras Pneumol. 2015; 41(2):143-50. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S1806-37132015000004409

Qu Y, Tan M, Kutner MH. Random effects models in latent class analysis for evaluating accuracy of diagnostic tests. Biometrics [Internet]. 1996 [cited Feb. 20, 2019]; 52(3):797-810. Available from: https://www.jstor.org/stable/2533043

Beath KJ. RandomLCA: an R package for latent class with random effects analysis. J Stat Softw. 2017; 81(13):1-25. doi: http://dx.doi.org/10.18637/jss.v081.i13

Pascoal LM, Lopes MVO, Silva VM, Chaves DBR, Beltrão BA, Nunes MM, et al. Clinical differentiation of respiratory nursing diagnoses among children with acute respiratory infection. J Pediatr Nurs. 2016; 31(1):85-91. doi: https://doi.org/10.1016/j.pedn.2015.08.002

Curley MAQ, Wypij D, Watson RS, Grant MJC, Asaro LA, Cheifetz IM, et al. Protocolized sedation vs usual care in pediatric patients mechanically ventilated for acute respiratory failure: a randomized clinical trial. JAMA. 2015; 313(4):379-89. doi: https://doi.org/10.1001/jama.2014.18399

Frauches DO, Lopes IBC, Giacomin HTA, Pacheco JPG, Costa RF, Lourenço CB. Doenças respiratórias em crianças e adolescentes: um perfil dos atendimentos na atenção primária em Vitória/ES. Rev Bras Med Fam Comunidade. 2017; 12(39):1-11. doi: https://doi.org/10.5712/rbmfc12(39)1450

Almeida AP, Cruz ICF. Patient diagnosed with impaired gas exchange-systematized literature review. J Specialized Nurs Care [Internet]. 2017 [cited Feb. 27, 2019];9(1). Available from: http://www.jsncare.uff.br/index.php/jsncare/article/view/2906

Caballero MT, Polack FP, Stein RT. Viral bronchiolitis in young infants: new perspectives for management and treatment. J Pediatr. 2017; 93: 75-83. doi: http://dx.doi.org/10.1016/j.jped.2017.07.003

Publicado
2019-04-10
Seção
Artigos de Pesquisa