Saneamento básico e as arboviroses no Brasil

  • Luciano Pamplona de Góes Cavalcanti Universidade Federal do Ceará, Fortaleza-CE
  • Artur Timerman Sociedade Brasileira de Dengue/

Abstract

Sabe-se que as ações destinadas à ampliação da cobertura de saneamento básico e acesso à água potável têm impacto na saúde das pessoas. Mas, qual a possível associação entre essas ações e a diminuição das doenças transmitidas por vetores? O saneamento básico no Brasil avançou, de forma importante, nos últimos anos, mas não o suficiente. Um dos Objetivos do Desenvolvimento do Milênio, no que se refere a garantir a sustentabilidade ambiental, era reduzir a proporção da população sem acesso permanente à água e ao esgoto. Parte desse objetivo foi alcançado pelo Brasil, quando se aumentou o percentual da população com abastecimento de água da rede pública de 70,0%, em 1990, para 85,5%, em 2012. Entretanto, esse percentual não é homogêneo e há grande discrepância entre as diferentes regiões do país.

Published
2016-10-30
Section
Editorial