LÍNGUA, CULTURA E CERVEJA: UM ESTUDO ECOLINGUÍSTICO DE RÓTULOS DE CERVEJA ARTESANAL

Autores

  • Zilda Dourado Pinheiro Pinheiro

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo geral descrever e analisar as relações entre língua e cultura em rótulos de cervejas artesanais produzidas no Brasil. O estudo está fundamentado pela
Ecolinguística, teoria que estuda as interações entre língua, povo e território em seus meios ambientes mental, social e natural, conforme Couto (2016). O conjunto dessas interações compõe o
Ecossistema Linguístico que, segundo Couto (2018), está inserido no Ecossistema Cultural. Assim, esse trabalho pretende analisar como se dão as relações entre língua e cultura nos rótulos de cerveja interpretando seus aspectos mentais, naturais e sociais. Os resultados preliminares demonstram que os rótulos de cervejas artesanais brasileiras podem compor um imaginário de cada estilo de cerveja que se atualiza por meio da língua, da receita e do rótulo. Trata-se de uma visão brasileira para cada estilo de cerveja, como se apresenta nos nomes e nos rótulos.

Palavras-chave: Língua. Ecossistema Cultural. Cerveja artesanal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-12-03

Como Citar

PINHEIRO, Zilda Dourado Pinheiro. LÍNGUA, CULTURA E CERVEJA: UM ESTUDO ECOLINGUÍSTICO DE RÓTULOS DE CERVEJA ARTESANAL. Revista de Letras, [S. l.], v. 2, n. 37, p. 294–303, 2018. Disponível em: http://periodicos.ufc.br/revletras/article/view/59080. Acesso em: 19 jul. 2024.