ORAÇÕES COMPLETIVAS E COMPLETIVAS DESGARRADAS: COMPORTAMENTO PROSÓDICO

  • Violeta Virginia Rodrigues
  • Adriana Cristina Lopes Gonçalves Mallmann

Resumo

Entendemos por desgarramento o fenômeno pelo qual uma cláusula, que constitui uma unidade informacional, pode ocorrer solta sintaticamente de outra e, mesmo assim, apresentar um comportamento funcional-discursivo. No que tange especificamente às completivas desgarradas, além do caso apontado por Decat (1993, 2011), Silvestre e Rodrigues (2017) defendem que estas, mesmo não estando em sequenciação parafrástica, reiterando ou repetindo estruturas sintáticas que ocorreram antes na cadeia discursiva, podem se desgarrar. Nesse sentido, as autoras apresentam uma ampliação da descrição proposta por Decat (1993; 2011). Neste artigo, portanto, com o objetivo de reforçar a proposta de Silvestre e Rodrigues (2017), mostramos a análise prosódica de três cláusulas completivas desgarradas e três cláusulas completivas não desgarradas, adaptadas de um corpus constituído por postagens da rede social Facebook, a fim de identificar o movimento melódico nestas cláusulas. Para tanto, conjugamos os pressupostos teóricos funcionalistas à análise da fonética acústica.

Palavras-chave: Funcionalismo, desgarramento, completivas.

Publicado
2020-12-01
Como Citar
RODRIGUES, V. V.; GONÇALVES MALLMANN, A. C. L. ORAÇÕES COMPLETIVAS E COMPLETIVAS DESGARRADAS: COMPORTAMENTO PROSÓDICO. Revista de Letras, v. 2, n. 39, 1 dez. 2020.