A existência como projeto vital em Ortega y Gasset

  • Edson Ferreira da Costa

Resumo

RESUMO: Este artigo apresenta a visão de existência em Ortega y Gasset. No autor, é possível perceber uma efetiva contribuição à concepção de existência. Para ele, o homem, ao passar a existir, partilha de uma determinada forma de viver e de pensar num dado momento histórico. Em seu livro Meditación de la técnica, Ortega apresenta a vida humana como radical a cada um e construída por pura escolha. Ao decidir viver, o homem vai adaptando a realidade a si, construindo pela imaginação realidades distintas das que estão postas. Isso somente é possível porque ele pode por alguns instantes ensimesmar-se, ou seja, manter contato direto com sua interioridade. Contudo, o homem está envolvido pelas suas circunstâncias as quais lhe afetam constantemente. Para o autor, quando a vida humana fica atrelada ao mundo circunstancial perde seu caráter radical, deixa de ser do indivíduo e passa a ser da coletividade.

PALAVRAS-CHAVE: Ortega y Gasset; Existência; Vida humana; Ensimesmamento.

Biografia do Autor

Edson Ferreira da Costa
Mestrando em Filosofia, Universidade Federal do Ceará.
Publicado
2009-01-01
Edição
Seção
Artigos