A redistribuição de bens aos desprovidos e a justiça no Estado democrático de direito

  • Leonardo Diniz do Couto

Resumo

Este texto pretende investigar porque o Estado democrático de direito precisa, por uma questão de justiça distributiva, dar conta da pobreza e da escassez de re- cursos das pessoas. A tese defendida é que ele tem que fazer isso para assegurar a igualdade e a liberdade de todos, ou seja, para assegurar a vigência dos dois valores que o fundamentam, que lhe dão sustentação, ou, em outras palavras, os dois valores que garantem que ele seja democrático de direito e justo.

Palavras-chave: Estado; Democracia; Direito; Justiça Distributiva; Pobreza.
Publicado
2016-01-01
Edição
Seção
Varia