Entrelaces

Entrelaces é a revista do Programa de Pós-Graduação em Letras - PPGLetras, da Universidade Federal do Ceará (UFC). No intuito de fomentar e promover o debate crítico em torno dos estudos literários e dos campos disciplinares com que dialoga, a Revista publica, trimestralmente, em suas edições, artigos, ensaios, resenhas e traduções de doutores, mestres e alunos de pós-graduação e de graduação (estes últimos em coautoria com um professor-orientador) em espanhol, italiano, inglês e português.

Por ano, são publicadas quatro edições, dois Dossiês (as Edições Abr.-Jun. e Out.-Dez. de cada ano) e duas de Temática Livre (as Edições Jan.-Mar. e Jul.-Set. de cada ano).

O periódico está organizado em duas seções permanentes, Dossiê e Estudos Literários, e outras quatro, Resenhas, TraduçãoEnsino e Criação, que são apresentadas em edições alternadas, conforme adequação da submissão à edição a que se destina. Além de uma seção extra, voltada a artistas visuais e ilustradores de um modo geral: Ilustração de Capa.

A seção DOSSIÊ recebe textos que estão de acordo com a temática específica do o dossiê de cada edição, a ser informada em chamadas divulgadas pela Revista em sua aba “Notícias”. São publicados dois Dossiês por ano: o primeiro na Edição referente ao trimestre Abr.-Jun. de cada ano, o segundo na Edição referente ao trimestre Out.-Dez. de cada ano.

A seção ESTUDOS LITERÁRIOS acolhe produções acadêmicas de temática livre, em fluxo contínuo, da área de Letras-Literatura. Esses textos são publicados em edições de Temática Livre, sendo duas a cada ano: a primeira Edição referente ao trimestre Jan.-Mar de cada ano, a segunda Edição referente ao trimestre Jul.-Set. de cada ano.

A seção RESENHAS publica resenhas descritivas ou críticas de publicações acadêmicas e literárias da área de Letras-Literatura. Esses textos podem ser publicados na edição da chamada em aberto no período da submissão ou em até duas edições posteriores, conforme decisão do Conselho Editorial da Revista, não sendo ultrapassado o período de um ano após a submissão.

A seção TRADUÇÃO publica traduções originais e inéditas de obras literárias ou textos críticos relevantes para a área de Letras. Esses textos podem ser publicados na edição da chamada em aberto no período da submissão ou em até duas edições posteriores, conforme decisão do Conselho Editorial da Revista, não sendo ultrapassado o período de um ano após a submissão.

A seção ENSINO  publica artigos e ensaios sobre o Ensino de Literatura (brasileira ou estrangeira) no Brasil ou em outros países. Esses textos podem ser publicados na edição da chamada em aberto no período da submissão ou em até duas edições posteriores, conforme decisão do Conselho Editorial da Revista, não sendo ultrapassado o período de um ano após a submissão.

A seção CRIAÇÃO abre espaço para textos curtos, em prosa ou em verso, selecionados pela Revista. Esses textos podem ser publicados na edição da chamada em aberto no período da submissão ou em edições posteriores, conforme decisão do Conselho Editorial da Revista.

Além das seções descritas acima, a Entrelaces ainda recebe propostas de ILUSTRAÇÃO DE CAPA. As propostas de ilustração podem ser feitas tanto para os Dossiês, com chamada específica divulgada em nossa aba “Notícias”, quanto para as Edições de Temática Livre, cujas propostas podem ser feitas a qualquer momento. A Decisão acerca da escolha da capa das Edições de Temática Livre fica a cargo do Conselho Editorial da Entrelaces; já a escolha das ilustrações das capas dos Dossiês fica a cargo dos organizadores em parceria com o Conselho Editorial da Revista. Não há limite de propostas e pede-se que sejam enviados arquivos em formato de imagem.

Imagem para capa da revista

Notícias

 

Prorrogação do prazo de Submissão de textos para o Dossiê (Des)Dobras Barrocas: Conexões Transatlânticas entre Artes e Culturas

 

A Entrelaces informa que o prazo de submissão de artigos para o Dossiê Des)Dobras Barrocas: Conexões Transatlânticas entre Artes e Culturas foi prorrogado para até o dia 15 de novembro de 2017.

 
Publicado: 2017-11-03 Mais...
 

Call For Papers - Dossiê “(Des)Dobras Barrocas: Conexões Transatlânticas entre Artes e Culturas” Jan.-Jun (2018)

 

The journal Entrelaces invites the academic community to submit proposals to the call for papers to the edition April-June (2018), which will accept submissions, addressing the thematic issue on Baroque (Un)folds: Transatlantic Connections between Arts and Cultures.

----------

A Entrelaces convida a comunidade acadêmica a participar da Chamada de Publicação para a Edição Abr.-Jun. (2018), que aceitará submissões de artigos que contemplem a temática (Des)Dobras Barrocas: Conexões Transatlânticas entre Artes e Culturas.

----------

Entrelaces invita a la comunidad académica a participar de la llamada de publicación para la edición en JAbr.-Jun. (2018), que aceptará sumisiones de artículos que contemplen la temática (Des) Dobras Barrocas: Conexiones Transatlánticas entre Artes y Culturas.

 
Publicado: 2017-08-05 Mais...
 

CONVITE A ARTISTAS INTERESSADOS/AS EM ILUSTRAR A CAPA DA PRÓXIMA EDIÇÃO DA REVISTA ENTRELACES

 

Entrelaces convida artistas interessados/as em ilustrar, no âmbito do dossiê temático de cada número, a capa das edições da Revista. Prezamos pela diversidade de expressões, meios e técnicas (pintura, fotografia, desenho, colagem etc.). 

 
Publicado: 2017-03-17 Mais...
 

CHAMADA DE SUBMISSÃO PARA EDIÇÃO JAN-JUN (2017) – “DOSSIÊ VIDAS ÍNTIMAS: POÉTICAS DO EU”

 

A Entrelaces convida a comunidade acadêmica a participar da Chamada de Publicação para Edição Jan-Jun (2017) que aceitará submissões de artigos que contemplem a temática Vidas íntimas: poéticas do Eu.

 
Publicado: 2017-01-02 Mais...
 

Qualis 2015

 
A Entrelaces agora é Qualis B2  
Publicado: 2016-12-22 Mais...
 
Outras notícias...

v. 1, n. 10 (2017): Temática Livre


Capa da revista

A ilustração foi realizada a partir da música "Bananeira", composta por João Donato e Gilberto Gil e lançada no disco Lugar Comum, de 1975.

O processo de construção da imagem parte da livre associação com a canção que nos sugere, tanto em sua letra, quanto melodicamente, uma atmosfera colorida, leve e ao mesmo tempo inusitada.

Na ilustração, a já popularizada expressão "plantar bananeira", que designa a brincadeira de ficar de cabeça para baixo, apoiando-se nos braços com as pernas mantidas suspensas no ar, se funde com a própria representação da bananeira, oferecendo apenas um dos múltiplos caminhos interpretativos oferecidos pela canção, reservando ao observador, em todo caso, a liberdade da decisão: "a bananeira, sei não, a maneira de ver/isso é lá com você".

Título: "A maneira de ver"

Técnica: aquarela, nanquim e colagem. 

Lucas Mariano de Oliveira