O uso das metáforas em “Negro drama”, de Racionais Mc:

estratégia para a construção de uma identidade positiva para os negros brasileiros moradores da periferia

Resumo

Este trabalho investiga como o uso de metáforas na canção “Negro drama”, de Racionais Mc, que pertence ao disco Nada como um dia após o outro dia, lançado em 2002, colabora com o processo de construção de uma identidade positiva para o negro brasileiro que vive na periferia. Nesta análise, são enfatizados os conceitos de metáfora conceitual e metáfora estrutural, criados por George Lakoff e Mark Johnson (2002), e como o uso dessas categorias contribui à criação de uma imagem forte, combativa e altiva. O estudo da letra tem como foco a estratégia linguística utilizada — o uso de metáforas — com o propósito de buscar formas de ressignificar palavras e atitudes capazes de agregar elementos que denotem aspectos positivos que contribuam para a criação e a recriação da identidade dos negros no Brasil, principalmente na periferia. Considera-se que a figura de linguagem extrapola a sua função linguística formal, de organização semântica no texto, adquirindo um caráter de recurso crítico que se manifesta na própria literariedade da obra analisada.

Biografia do Autor

Maria Felicidade Penha de Lacerda, Universidade Estadual de Santa Cruz

 Graduação em Letras - Português pela Universidade Federal do Espírito Santo (1999) e Mestrado em Letras (PROFLETRAS) pela Universidade Estadual de Santa Cruz (2015). Atualmente é professora de Língua Portuguesa da Secretaria de Educação do Estado do Espírito Santo e da Secretaria Municipal de Educação de Vila Velha. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Língua Portuguesa, atuando principalmente nos seguintes temas: identidade, negritude e RAP. Está desenvolvendo pesquisa em Análise do Discurso com foco em análise linguística de letras de RAP. 

Publicado
2021-03-12