A VIOLÊNCIA SIMBÓLICA NA ESCOLA: CONTRIBUIÇÕES DE SOCIÓLOGOS FRANCESES AO FENÔMENO DA VIOLÊNCIA ESCOLAR BRASILEIRA

  • Liliane Pereira de Souza

Resumo

Este artigo aborda o fenômeno histórico e atual da violência escolar, que a partir da década de 1980, no Brasil, vem sendo discutido e adquirindo grande importância para pesquisadores de diversas áreas. Nele a violência considerada não é a do ato praticado no sentido de agressão física, mas a violência simbólica, conceito criado pelo sociólogo francês Pierre Bourdieu, segundo o qual a ação pedagógica é objetivamente estruturada e impõe um arbitrário cultural de um grupo de classe a outro grupo de classe. Analisando o fenômeno da violência simbólica é possível identificar sua presença no contexto histórico escolar brasileiro.

Biografia do Autor

Liliane Pereira de Souza
Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Educação – Curso Mestrado da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul – UFMS. Especialista em Recursos Humanos e Graduada em Administração pelo Instituto Campo Grande de Ensino Superior.
Publicado
2017-03-25
Seção
Artigos