O DIREITO FUNDAMENTAL À INFORMAÇÃO NA SOCIEDADE DE CONSUMO E A ROTULAGEM DE TRANSGÊNICOS: UMA ANÁLISE DO PROJETO DE LEI N. 4.148/2008

Antônio Carlos Efing, Bruna Balbi Gonçalves

Resumo


O presente artigo versa sobre a essencialidade do direito fundamental à informação na sociedade de consumo. A informação adequada, clara e verdadeira pode figurar como um dos principais instrumentos de proteção do consumidor, frente à fluidez de informações controversas na sociedade contemporânea. O Projeto de Lei n. 4.148/2008, em tramitação no Senado Federal como PLC n. 34/2015, afronta esse direito, ao propor a alteração da rotulagem e identificação de alimentos transgênicos no Brasil. Somente munido com a informação plena o consumidor poderá exercer o consumo consciente: crítico, livre e sustentável. Para alcançar tal propósito, utilizar-se-á da metodologia bibliográfica, documental e legislativa.


Palavras-chave


Consumidor; sociedade de consumo; direito à informação; transgênicos

Texto completo:

PDF

Referências


ASSIS NETO, Sebastião de Marcelo de Jesus, Maria Izabel de Melo. Manual do Direito Civil, 3ª edição, São Paulo, Juspovivm, 2014, pág. 853.

BAUMAN, Zygmunt, 1925 – Vida para consumo: a transformação das pessoas em mercadorias/ Zygmunt Bauman; tradução Carlos Alberto Medeiros. – Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2008, pág. 71.

BENJAMIN, Antônio Herman V. Manual de direito do consumidor/ Antônio Herman V. Benjamin, Claudia Lima Marques, Leonardo Roscoe Bessa. 7 ed. rev., atual. e ampl. São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2016, pág. 277.

BOLOGNESI. Claudia. Genotoxicity of pesticides: a review of human biomonitoring studies. Mutation Research, Amsterdam, v. 543, no. 3, pág. 252, 2003.

CASTELLS, Manuel. La cuestión urbana. México: Sigla XXI, 1974.

Disponível em: .Acesso em 31.10.17.

Disponível em: . Acesso em 06.11.2017.

EFING, Antônio Carlos. Fundamentos do Direito das Relações de Consumo: consumo e sustentabilidade. 3. ed., rev. e atual. Curitiba: Juruá, 2011.

FLORES, Guilherme Nazareno. Dicotomias entre o consumo e a governança socioambiental: a gestão de resíduos como paradigma de sustentabilidade. In: SOBRINHO, Liton Lanes Pilau; SILVA, Rogerio da (orgs.). Do consumo ao desenvolvimento sustentável. Passo Fundo: UPF Editora, 2013.

GIBRAN, Fernanda Mara. Direito fundamental à informação adequada na sociedade de consumo como instrumento para o desenvolvimento socioambiental. Dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Direito, área de concentração: Direito Econômico e Socioambiental da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Curitiba, 2012.

L’HEREUX, Nicole. Droit de la consommation. Québec: Éditions Yvon Blais, 2000, pág. 157.

MARQUES, Claudia Lima. Contratos no Código de Defesa do Consumidor: o novo regime das relações contratuais/ Claudia Lima Marques. – 5. ed. rev. ampl., incluindo mais de 1.000 decisoes jurisprudenciais. – São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2005, pág. 776.

MARX, Karl. Manuscritos econômico-filosóficos e outros textos escolhidos. In: GIANNOTTI, Jose Arthur (Org.). 2. ed. São Paulo: Abril Cultural, 1978.

MIRAGEM, Bruno. Direito do Consumidor: fundamentos do direito do consumidor; direito material e processual do consumidor./Bruno Miragem; Prefácio: Claudia Lima Marques.- São Paulo: Editora Revista dos Tribunais, 2008, pág. 122.

MORIN, Edgar. Cultura de massas no século XX: o espírito do tempo. 7. ed. Rio de Janeiro, Forense-Universitária, 1987. v. I.

Nota Técnico-Jurídica sobre o Projeto de Lei nº. 4.148/2008 (PLC nº. 34/2015): rotulagem de transgênicos. Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor; Instituto Socioambiental; Movimento dos Pequenos Agricultores; Organização Terra de Direitos. Disponível em: < https://www.socioambiental.org/sites/blog.socioambiental.org/files/nsa/arquivos/parecer.pdf>. Acesso em: 29 jul 2016.

NUNES, Luis Antonio Rizzatto. Curso de direito do consumidor: com exercícios/ Rizzatto Nunes. – 4. Ed. – São Paulo: Saraiva, 2009, pág. 130.

OLIVEIRA, Marcelo Henrique Matos. Considerações sobre os direitos transindividuais. Revista do Curso de Direito da FSG, n. 10, ano 5, dez/2011

SANTOS, Milton. Por uma outra globalização: do pensamento único à consciência universal. São Paulo: Record, 2000.

SCHIER, Flora Margarida Clock. A boa-fé como pressuposto fundamental do dever de informar./Flora Margarida Clock Schier. Curitiba: Juruá, 2006, pág. 34.

SODRÉ, Marcelo Gomes. A construção do direito do consumidor: um estudo sobre as origens das leis principiológicas de defesa do consumidor. São Paulo: Atlas, 2009.

TARTUCE, Flávio. O novo CPC e o Direito Civil/ Flávio Tartuce. Rio de Janeiro: Forense; São Paulo: MÉTODO, 2015.

WAJNTRAUB, Javier. Protección Jurídica Del Consumidor. Ed. Depalma 2004.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Nomos

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

ISSN 1807-3840

Rua Meton de Alencar, s/n - Centro
Fortaleza, Ceará, CEP 60.035-160
Telefone: +55 (85) 3366 7850

Bases de dados

Periódicos

Resultado de imagem para library of congress logo  http://www.cnen.gov.br/images/logo_livre2.png   Find in a library with WorldCat