Cine Manauara: No centro de um outro contexto

  • Rafael de Figueiredo Lopes Universidade Federal do Amazonas.
Palavras-chave: produção audiovisual, realizadores manauaras, rupturas estéticas

Resumo

O artigo propõe uma reflexão sobre a produção audiovisual no estado do Amazonas, especialmente em Manaus, a partir de apontamentos ecossistêmicos. Percebe-se que por meio de diferentes gêneros e formatos, realizadores manauaras têm provocado rupturas estéticas na representação da região amazônica e de suas populações. A produção local ainda é pequena, mas demonstra sua potencialidade no frescor que pode trazer para o segmento audiovisual brasileiro contemporâneo, pois, ao transcender clichês, estereótipos e o subjugo de criação periférica, emerge no centro de um outro contexto.

Biografia do Autor

Rafael de Figueiredo Lopes, Universidade Federal do Amazonas.
Doutorando em Sociedade e Cultura na Amazônia pela Universidade Federal do Amazonas. Possui graduação em Comunicação Social - Habilitação Jornalismo pela Universidade Federal de Roraima (2007) e mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade Federal do Amazonas (2016). Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Comunicação, atuando principalmente nos seguintes temas: ecossistemas comunicacionais, cinema, Amazônia, imaginário e semiótica.

Referências

AMARAL, Adriana. Netnografia como aporte metodológico da pesquisa em comunicação digital. Revista Sessões do Imaginário, Porto Alegre, v. 2, n. 20, p. 34-40, 2008.

BAZIN, André. O Cinema. São Paulo: Brasiliense, 1991.

BERNARDET, Jean-Claude. O que é Cinema. São Paulo: Brasiliense, 1985.

BIZARRIA, Fernanda. A construção das identidades no documentário: os povos amazônicos no cinema. Manaus: Edições Muiraquitã, 2008.

CÁNEPA, Laura; SUPPIA, Alfredo. Perspectivas sobre o Cinema Amador de Ficção no Brasil: o caso das bordas. In: Revista Laika (USP). Vol 2, n. 4, pp 2-16, 2013.

CANEVACCI, Massimo. Antropologia do cinema: do mito à indústria cultural. São Paulo: Brasiliense, 1990.

CHARNEY, Leo; SCHWARTZ, Vanessa. O cinema e a invenção da vida moderna. São Paulo: Cosac Naify, 2010.

COSTA, Selda; LOBO, Narciso. Cinema no Amazonas. Revista Estudos Avançados, v.19, n. 53. São Paulo: USP, 2005.

FERNANDES, Edu. Reflexões de um crítico paulista sobre o cinema do Amazonas. [nov. 2016]. Entrevista concedida a Diego Bauer. Manaus: CineSet, 2016. Disponível em: <http://www.cineset.com.br/edu-fernandes-reflexoes-de-um-critico-paulista-sobre-o-cinema-do-amazonas/> Acesso em 08 jan. 2017.

FERRARI, Pollyana. Comunicação digital na era da participação. Porto Alegre: Editora Fi, 2016.

GONDIM, Neide. A invenção da Amazônia. Manaus: Valer, 2007.

IKEDA, Marcelo; LIMA Delani. (orgs.). Cinema de garagem: panorama da produção brasileira independente do novo século. Rio de Janeiro: WSET Multimídia, 2012.

LYRA, Bernadette. Cinema periférico de bordas. In: Revista Comunicação, Mídia e Consumo. Vol 6, nº. 15. São Paulo, 2009.

MONTEIRO, Gilson Vieira (org.). Estudos e perspectivas dos ecossistemas na comunicação. Manaus: Edua/Ufam, 2012.

MORIN, Edgar. O cinema ou o homem imaginário. Lisboa: Moraes, 1987.

NOGUEIRA, Luís. Cinema 2.0: o cinema doméstico na era da Internet. In: Revista Doc On-line. N°. 05, p. 4-23. Beira Interior: UBI, 2008.

PINTO, Renan Freitas. Viagem das ideias. Manaus: Valer, 2006.

SANTAELLA, Lucia. Culturas e artes do pós-humano: Da cultura das mídias à cibercultura. São Paulo: Paulus, 2003.

SANTOS, Boaventura de Sousa; MENESES, Maria Paula. (Orgs.). Epistemologias do Sul. São Paulo: Editora Cortez. 2010.

SILVA, Juremir Machado da. As Tecnologias do Imaginário. Porto Alegre: Sulina, 2006.

SIQUEIRA, Graciene. Vídeo digital em Manaus. Dissertação (Mestrado). Universidade Federal do Amazonas, Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação. Manaus, 2011.

SORANZ, Gustavo. Território Imaginado – Imagens da Amazônia no cinema. Manaus: Edições Muiraquitã, 2012.

Publicado
2017-09-15
Seção
Artigos