Revisando memórias e reinventando identidades nos álbuns de família de comunidades quilombolas

  • Márcia Guena dos Santos Universidade do Estado da Bahia
  • Uilson Viana de Souza Universidade do Estado da Bahia

Resumo

A pesquisa “Perfil fotoetnográfico das populações quilombolas do submédio São Francisco:identidades em movimento” tem realizado estudos sobre memória, história e território, através da investigação dos álbuns fotográficos de famílias em algumas comunidades investigadas. Neste artigo apresentamos como as narrativas construídas através da leitura dos álbuns de família pelos próprios sujeitos contribuem para a discussão de suas identidades, tendo como referência o marco legal quilombola, em duas comunidades de Juazeiro, na Bahia, Alagadiço e Curral Novo. Esta pesquisa concluiu que as fotografias armazenadas em álbuns de família representam uma importante linguagem para acessar memórias e identidades, colaborando para a inserção nos marcos cidadãos instituídos pelo Estado com relação aos direitos quilombolas.
Publicado
2016-02-11
Seção
Dossiê Comunicação para a Cidadania