Algoritmos sob a mira do jornalismo investigativo e algoritmo-ombudsman: uma nova demanda do ecossistema midiático contemporâneo

  • Krishma Anaísa Coura Carreira Umesp/Fapcom
Palavras-chave: Investigação algorítmica, algoritmo-ombudsman, algoritmos e jornalismo

Resumo

As operações realizadas por algoritmos computacionais têm efeitos sociais, políticos, econômicos e sobre a percepção dos usuários. Mas apesar desse grande poder, seus procedimentos não são transparentes. E como as decisões podem ser tomadas com base em regras programadas, mas também flexíveis, algumas consequências podem ser imprevisíveis. Além disso, uma programação não pode ser considerada totalmente objetiva, pois ela segue priorizações, filtragens classificações e associações, que podem gerar tendências, vieses e preconceitos. A partir de uma revisão bibliográfica interdisciplinar de áreas como Comunicação, Jornalismo e Inteligência Artificial, este artigo reúne reflexões de pesquisadores sobre a necessidade de os jornalistas investigarem as operações algorítmicas e de introduzirem a função de algoritmo-ombudsman no ecossistema midiático atual.

Biografia do Autor

Krishma Anaísa Coura Carreira, Umesp/Fapcom

Jornalista graduada pela UFJF. Mestre e doutoranda em Comunicação Social pela Umesp. Pesquisa principalmente o cruzamento entre inteligência artificial e comunicação, com foco nos processos digitais de apuração e redação de notícias, algoritmos e jornalismo em base de dados. É pesquisadora integrante do ComTec (Comunicação e Tecnologias Digitais) e do grupo de pesquisa Da Compreensão como Método. Docente na Fapcom (Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação).

Referências

CARREIRA, Krishma Anaísa Coura. Notícias automatizadas: a evolução que levou o jornalismo a ser feito por não humanos. Dissertação (Mestrado em Comunicação Social) – Universidade Metodista de São Paulo, São Bernardo do Campo, 2017.

CLERWALL, Christer. Enter the robot journalist: user’s perception of automated content. Journalism Practice, v.8. New York: Taylor&Francis Online, 2014.

DIAKOPOULOS, Nicholas. Algorithmic accountability reporting: on the investigation of black boxes. Town Center for Digital Journalism. 2013. Disponível em:

http://towcenter.org/wp-content/uploads/2014/02/78524_Tow-Center-Report-WEB-1.pdf>. Acesso: 10 abr. 2016.

. Diversity in the robot reporter newsroom. 16. jul. 2014. Disponível em: <http://www.nickdiakopoulos.com/2014/07/16/diversity-in-the-robot-reporter-newsroom/>. Acesso: 19 out. 2016.

GRAEFE, Andreas et al. Perception of automated Computer-Generated news: credibility,

expertise, and readability. Feb. 2016. Disponível em: <https://www.researchgate.net/publication/289529002_Perception_of_Automated_Comp uter-Generated_News_Credibility_Expertise_and_Readability >. Acesso: 12 ago. 2016.

GOURARIE, CHAVA. Investigating the algorithms that govern our lives. Columbia Journalism Review. 14.abr. 2016.Disponível em:<https://www.cjr.org/innovations/investigating_algorithms.php?utm_source=API+Ne ed+to+Know+newsletter>. Acesso: 25 nov. 2017.

HAMMOND, Kristian. 5 unexpected sources of bias in Artificial Intelligence. Blog Narrative Science. 2016. Disponível em: < http://resources.narrativescience.com/h/i/312890970-5-unexpected-sources-of-bias-in-a rtificial-intelligence>. Acesso: 10 fev. 2017.

HARDT, Moritz. How big data is unfair: understanding unintended sources of unfairness in data driven decision making. Medium, 26 set. 2014. Disponível em:

<https://medium.com/@mrtz/how-big-data-is-unfair-9aa544d739de>. Acesso: 24 nov. 2017.

LATZER, Michael et al. The economics of algorithmic selection on the internet. Out. 2014. Disponível em:<https://www.researchgate.net/profile/Michael_Latzer/publication/267777665_The_econ omics_of_algorithmic_selection_on_the_Internet/links/545a6a820cf2c46f664300cb.pdf. Acesso: 7 set. 2016

LINDEN, Car-Gustav. Decades of automation in the newsroom: why are there still so many jobs in journalism? Mar. 2016.

MENDES, Jairo Faria. O ombudsman e o público Parte 1. Observatório da Imprensa.

out. 1998. Disponível em:<http://observatoriodaimprensa.com.br/primeiras-edicoes/o-ombudsman-e-o-pblicoparte-1/>. Acesso: 20 nov. 2017.

NASCIMENTO, Solano. Os novos escribas: o fenômeno do jornalismo sobre investigações no Brasil. Porto Alegre: Arquipélago Editorial, 2010.

O’MALEY, Daniel. O polêmico algoritmo-ombusdman. Observatório da Imprensa, 10 mai. 2016. Disponível em: <http://observatoriodaimprensa.com.br/jornalismo-na-internet/robos-eletronicos-como-om budsman-na-imprensa/>. Acesso: 26 nov. 2017

PARISER, Eli. O filtro invisível: o que a internet está escondendo de você. Traducão: DIego Alfaro. Rio de Janeir: Zahar, 2012.

PIERRO, Bruno de. O mundo mediado por algoritmos: sistemas lógicos que sustentam os programadores têm impacto crescente no cotidiano. Pesquisa Fapesp. Ed. 266, abr. 2018. Disponível em: <http://revistapesquisa.fapesp.br/2018/04/19/o-mundo-mediado-por-algoritmos/> . Acesso: 26 jul. 2018

Publicado
2018-12-19
Seção
Artigos