ALÇAR MINHA SOLITÁRIA E PUERIL VOZ NÃO TEM MAIS SENTIDO: o que nos dizia Pasolini?

  • Vinícius Nicastro Honesko Universidade Federal do Paraná (UFPR)
Palavras-chave: Pasolini, poesia, vida

Resumo

Na contracapa da primeira edição de Poesia em forma de rosa, de abril de de 1964, Pasolini refere-se a sua poesia (e à vida) anterior, com o termo abjura, que ressoará nos próximos onze anos de sua carreira até, praticamente, os últimos meses de sua vida. O termo aparece com toda força e sistematizada, no famoso texto de 15 de julho de 1975 (publicado, postumamente, em 9 de novembro do mesmo ano) em que Pasolini renuncia de forma solene a sua Trilogia da vida.

Biografia do Autor

Vinícius Nicastro Honesko, Universidade Federal do Paraná (UFPR)
Possui graduação em Direito pela Universidade Estadual de Londrina (2003), especialização em Direito do Estado também pela Universidade Estadual de Londrina (2005), mestrado em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina (2007) e doutorado em Literatura (Teoria Literária) pela Universidade Federal de Santa Catarina. Atualmente é professor do Departamento de História da UFPR. Entre 2013 e 2015 desenvolveu estágio pós-doutoral no Instituto de Estudos da Linguagem (IEL) da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP).

Referências

AGAMBEN, Giorgio. Categorias Italianas. Estudos de poética e literatura. Florianópolis: UFSC, 2015. Trad.: Carlos E.S.Capela e Vinícius N. Honesko.

___. L’uso dei corpi. Vicenza: Neri Pozza, 2014.

___. O Sacramento da Linguagem. Arqueologia do juramento. Belo Horizonte: UFMG, 2011. Trad.: Selvino J. Assamann.

ALIGHIERI, Dante. Vita Nuova. Milano: Rizzoli, 1952.

BRANHAN, R. Bracht. A retórica de Diógenes e a invenção do cinismo. In.: GOULET-CAZÉ, Marie-Odile et. al (org.). Os cínicos: o movimento cínico na Antiguidade e o seu legado. São Paulo: Loyola, 2007. Trad.: Cecília Bartalotti

HONESKO, Vinícius N. Linguaggio e Vita: Pier Paolo Pasolini. In.: Lo Sguardo. Rivista di filosofia. n. 19, 2015. (III). Pier Paolo Pasolini: Resistenzi, dissidenze, ibridazioni. A cura di Luciano De Fiori e Antonio Luci. Roma: Edizione di Storia e Letteratura. pp. 283-300.

LAÊRTIOS, Diôgenes. Vidas e Doutrinas dos Filósofos Ilustres. Brasília: Unb, 1987. Trad.: Mário da Gama Kury.

PASOLINI, Pier Paolo. Abiura dalla Trilogia della vita. In.: PASOLINI, Pier Paolo. Lettere Luterane. Il progresso come falso progresso. Torino: Einauidi, 2003.

___. Poesia in forma di rosa. Milano: Garzanti, 1964.

___. Poesia in forma di rosa. Milano: Garzanti, 2001.

PRODI, Paolo. Il patto politico come fondamento del costituzionalismo europeo. In.: Scienza & Politica, n. 32, 2005. Bologna.

SLOTERDIJK, Peter. Crítica da Razão Cínica. São Paulo: Estação Liberdade, 2012. Trad.: Marco Casanova, Paulo Soethe, Pedro Costa Rego, Mauricio Mendonça Cardozo, Ricardo Hiendlmayer.

STERZI, Eduardo. Dante: um poeta extremamente autobiográfico. Entrevista com Eduardo Sterzi com André Dick. Disponível em: http://www.ihuonline.unisinos.br/index.php?option=com_content&view=article&id=1941&secao=264

Publicado
2016-12-16
Seção
Artigos