Capacidade funcional de idosos: implicações para atividades instrumentais de vida diária*

George Luiz Alves Santos, Rosimere Ferreira Santana

Resumo


Objetivo: descrever as implicações de fatores socioculturais para execução das atividades instrumentais de vida diária de idosos frequentadores de um grupo de convivência. Métodos:estudo qualitativo, do tipo etnoenfermagem, realizado com 35 idosos de um projeto de extensão universitária. Coleta de dados pautada em observações in loco, diário de campo e entrevistas. Análise dos dados realizada em quatro fases propostas pela etnoenfermagem. Resultados: domínio da informática, tecnologias como telefonia móvel, acessibilidade do espaço urbano, baixa escolaridade, bem como o processo de lentificação associados ao envelhecimento influenciaram a execução de atividades diárias, impactando na capacidade funcional. Conclusão: valores culturais e modos de vida foram expressos em hábitos diários que caracterizaram o modo de ser idoso, uma cultura gerontológica. Foram descritos fatores políticos, legais, de companheirismo e sociais.

Palavras-chave


Cuidados de Enfermagem; Saúde do Idoso; Enfermagem Geriátrica; Cultura.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15253/rev%20rene.v18i5.30820

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Este trabalho está licenciado sob Creative Commons – Licença CC BY  https://creativecommons.org/licenses/

 Marca ABEC Completa