Agente comunitário de saúde: estratégias e consequências da sua rede de relações e interações

  • Gabriela Marcellino de Melo Lanzoni
  • Caroline Cechinel
  • Betina Hörner Schlindwein Meirelles
Keywords: Enfermagem, Saúde da Família, Atenção Primária à Saúde, Relações Interpessoais, Agentes Comunitários de Saúde.

Abstract

Este estudo objetivou identificar as estratégias utilizadas pelo Agente Comunitário em sua rede de relações e interações para melhoria da assistência à saúde e as suas repercussões em um centro de saúde. Utilizou-se a Teoria Fundamentada nos Dados como referencial metodológico. Foram entrevistados 17 participantes entre fevereiro e abril de 2009, dentre profissionais e usuários de um centro de saúde de um município ao sul do Brasil. Liberdade de comunicação, ser o elo e promover vínculo entre a comunidade e a equipe foram identificados como estratégias para o fortalecimento da rede de relações e interações do Agente Comunitário, gerando como consequências as boas relações na equipe - usuário e o favorecimento do acesso ao posto de saúde. Conclui-se que o Agente Comunitário é instrumento na formação de vínculo, com significativo potencial para facilitar o acesso aos serviços da Atenção Básica, a partir de uma teia complexa de relações e interações.
Published
2014-02-16
Section
Research Article