O papel repelente das instituições

Fernando Lannes Fernandes

Resumo


A qualidade do cuidado carece de maior atenção e humanização aos usuários, não apenas no que se refere à construção da empatia, mas também, em relação à superação de barreiras institucionais que podem funcionar, como fatores decisivos, para a adesão e o acesso pleno aos serviços. Essas barreiras, não são apenas resultado de mecanismos institucionais ou sociojurídicos que regulam o funcionamento das instituições; elas se colocam também, e, sobretudo, no cerne das relações e interações entre profissionais e usuários do sistema.


Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.15253/2175-6783.20192040661

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Este trabalho está licenciado sob Creative Commons – Licença CC BY  https://creativecommons.org/licenses/

Marca ABEC Completa