Percepção de gestantes sobre o autocuidado e o cuidado materno

Rosimeire Aparecida Monteiro Silveira, Rute Grossi Milani, Ana Paula Machado Velho, Andréa Grano Marques

Abstract


Objetivo: compreender a percepção de autocuidado e de cuidado materno no discurso de gestantes, sob o olhar psicossocial. Métodos: estudo qualitativo com coleta de dados realizada por meio de entrevista semiestrutura com dez gestantes. Utilizou-se a técnica de análise de conteúdo, associada ao programa computacional Atlas TI. Resultados:identificaram-se duas categorias analíticas, autocuidado: cuidando do próprio corpo e cuidado materno. O pensamento pós-moderno influenciou nas ações de autocuidado das gestantes. Entretanto, o cuidado materno não foi diretamente influenciado e as gestantes demonstraram indicadores de preocupação materna primária, como sentimentos e atitudes que proporcionam acolhimento, proteção e conforto ao bebê. Conclusão: as ações de autocuidado praticadas pelas gestantes demonstraram preocupação com a aparência estética em detrimento de atitudes para preservar a saúde e a qualidade de vida.

Keywords


Autocuidado; Comportamento Materno; Gestação; Impacto Psicossocial; Promoção da Saúde.

Full Text:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.15253/rev%20rene.v17i6.6459

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


SciELO - Scientific Electronic Library OnlineResultado de imagem para Rede Iberoamericana de Editoração Científica em Enfermagem