Da audácia originária à consolidação normatizada da CAPES

  • André Haguette Universidade Federal do Ceará
Palavras-chave: Formação, Pesquisa científica, Teoria Sociológica, Sociologia no Brasil.

Resumo

O Departamento de Ciências Sociais teve, ao longo de seus movimentados cinquenta anos, o desenvolvimento esperado de uma instituição universitária, chegando firme e forte à oferta de uma graduação e de um programa de pós-graduação consolidados e reconhecidos com ensino e pesquisa de qualidade. Em rápidas pinceladas, gostaria de retratar o percurso desse departamento no que me parece de mais sintomático e valioso relembrar criticamente. Assim, destaco quatro etapas de sua carreira institucional: os audaciosos primórdios; o deslanche da pesquisa e o dogmatismo teórico; a fragmentação e o doutorado; a consolidação normatizada da CAPES.

Biografia do Autor

André Haguette, Universidade Federal do Ceará

Possui graduação em Filosofia na Université de Montreal (1964), mestrado em Filosofia na Université de Montréal (1966), mestrado em Sociologia na Syracuse University (1975) e doutorado na Syracuse University (1977). Foi pesquisador 1A do CNPQ . Atualmente é professor titular em sociologia aposentado da UFC; professor voluntário nos cursos de Graduação em Ciências Sociais, do mestrado profissional em Políticas Educacionais e Gestão de Ensino Superior (POLEDUC) e do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFC. Fundador e presidente da Fundação Parque de Formação Integral do Tapuio.

Publicado
2019-03-01
Seção
50 Anos das Ciências Sociais na UFC