Revista de Ciências Sociais

A Revista de Ciências Sociais (RCS) da UFC, fundada em 1970, é vinculada ao Departamento de Ciências Sociais da Universidade Federal do Ceará. A Revista divulga os resultados de pesquisas empíricas e teóricas em Antropologia, Sociologia e Ciência Política.

Atualmente, a RCS está indexada em Google AcadêmicoLatindexDiadorimSumários.orgREDIBMLA International BibliographyLatinREV e NSD-Norsk Senter for Forskningsdata e conta com um corpo editorial de projeção nacional e internacional. RCS publica, a cada edição, além de artigos e resenhas avulsos recebidos em fluxo contínuo, um dossiê temático central coordenado por renomados pesquisadores de universidades brasileiras e estrangeiras. 

Os manuscritos são submetidos a avaliação em duplo cego por pares escolhidos de acordo com conhecimento comprovado na área do artigo. Veja as Diretrizes para Autores para maiores informações e clique aqui para iniciar o procedimento de submissão.

É importante atentar que submissões de artigos escritos por mais de um autor deverão obedecer aos critérios de coautoria adotados pela revista e enviar, como anexo, uma declaração atestando a conformidade de acordo com o seguinte modelo.

As resenhas deverão tratar de obras recentes, cuja publicação não exceda os últimos 5 anos.

As propostas de dossiê devem seguir as seguintes instruções

Veja aqui as chamadas para Dossiê em aberto.


Revista de Ciências Sociais (RCS)

Notícias

 

Chamadas para Dossiês: Chamada de Artigos: Dossiê 'A fronteira como campo de pesquisa'

 

A proposta tem como objetivo reunir trabalhos que ousam pensar as fronteiras internacionais desde os espaços transfronteiriços. A ideia consiste em compor um dossiê com resultados de pesquisas sobre temáticas que permeiam os estudos sociológicos em regiões de fronteira. Trata-se de uma inciativa pautada na compreensão de que as fronteiras nacionais são espaços sociais complexos e repletos de especificidades que permitem pensar variados problemas sociais. A fronteira não é apenas um campo, mas uma experiência social constituinte de formas de ver, sentir e agir em contextos sociais de aproximação e distanciamento, acordos e conflitos, estruturas e agenciamentos. Nas fronteiras, observa-se como são tecidas as forças instituintes do que deve ser uma sociedade, um Estado nacional e um governo ao mesmo tempo em que se desenvolvem práticas que questionam a legitimidade das ordens vigentes. As realidades transfronteiriças, em geral, revelam as contradições de sistemas sociais permeados por ilegalismos e resistências que tencionam as relações de poder que organizam e dão sentido a vida política e moral de uma sociedade. Interessa ao dossiê perceber essas tensões que emanam das fronteiras nacionais, reunindo trabalhos que possam falar sobre como é viver, conviver e se mover nas margens de Estados nacionais e entre Estados nacionais, com culturas e realidades nacionais diferentes e, em determinados casos, divergentes. Importa ao dossiê saber o que acontece nas fronteiras, quais são seus trânsitos e suas maneiras de inventar rotinas entre territórios e pessoas com experiências nacionais que se encontram entre o que lhes é próximo e distante. Portanto, cumpre ao dossiê reunir pesquisas sociológicas sobre as peculiaridades de mundos transfronteiriços a partir de diferentes pontos de vista e problemas pertinentes a investigações realizadas nas fronteiras internacionais.

Organizadores:

Eric Gustavo Cardin (UNIOESTE) - eric_cardin@hotmail.com

José Lindomar Coelho Albuquerque (UNIFESP) - joselindomar74@gmail.com

Luiz Fábio Silva Paiva (UFC) - luizfabiopaiva@gmail.com


Prazo para Envio de Propostas: 05/03/2018

 
Publicado: 2017-10-21 Mais...
 

Chamadas para Dossiês: Chamada de Artigos: Dossiê 'O Supremo Tribunal Federal, o Poder Judiciário e a política'

 


Organizadores do Dossiê:

Andrés del Río Roldán (UFF) - andres.delrio@gmail.com

Diego Werneck Arguelhes (FGV-Rio) - diego.werneck@fgv.br

 

Prazo para Envio de Propostas: 15/12/2017

O dossiê temático busca responder às seguintes perguntas:

- Como atores políticos e movimentos sociais têm utilizado o tribunal para promover suas agendas nos últimos anos? Há sinais de mudança em relação à literatura produzida desde os anos 90 sobre judicialização da política?

- Quais papéis o tribunal e seus ministros têm cumprido na crise política dos últimos anos?

- Como variáveis políticas, inclusive partidárias, podem ser utilizadas para explicar o comportamento do tribunal e de seus integrantes?

- Qual tem sido o balanço das decisões do tribunal em áreas como reforma fiscal, reforma trabalhista, federação e reforma política? O tribunal tem sido uma força mais transformadora ou mais conservadora?

- Como as recentes transformações do tribunal se encaixam ou contrastam em tendências maiores perceptíveis em outros países da região?

- Para além da função de controle de constitucionalidade, qual o impacto e o papel, na política nacional, das decisões do tribunal ao julgar autoridades públicas?

- Como a mídia e a opinião pública têm influenciado as decisões do tribunal?

- A justiça do Trabalho e o orçamento público: desafios diferenciados no Poder Judiciário?

- O Poder Judiciário ampliou seus poderes de revisão perante atos ou omissões (in)constitucionais dos poderes políticos?.

- As politicas publicas e a participação dos tribunais: auto restrição ou ativismo?

- Direitos sociais e o Judiciário: a justiciabilidade dos direitos e sua exigibilidade nacional e internacional. 

- Controle de convencionalidade, Direitos humanos e o Supremo: Uma relação difícil?

 

 

 
Publicado: 2017-08-15 Mais...
 

AGORA A RCS É TOTALMENTE DIGITAL!

 
A Revista de Ciências Sociais (RCS) informa a todos que a partir do V. 48, N. 2 (2016)-  "Política, Sociedade e Dinâmicas Eleitorais" em diante todas as nossas edições passarão a ser online.

Acesse nosso conteúdo sem restrições no site rcs.ufc.br e tenha uma boa leitura!



 
Publicado: 2017-02-17
 
Outras notícias...

v. 48, n. 2 (2017): Raça e Racismo em uma perspectiva global


Capa da revista