Vertentes Teóricas sobre Empreendedorismo em Shumpeter, Weber e McClelland: novas referências para a sociologia do trabalho

  • Eduardo Girão Santiago
Palavras-chave: sociologia do trabalho, empreendedorismo, capitalismo,

Resumo

O atributo de ser empreendedor, no final do século XX e início do século XXI tem sido um apelo muito forte no mundo do trabalho. Trata-se da senha que prepara os trabalhadores para assumirem a ação do auto-emprego e não mais a posição de serem empregados. Este artigo, adotando uma dinâmica interdisciplinar no campo da Sociologia do Trabalho, estabelece diálogos teóricos entre Schumpeter, Weber e McClelland, respectivamente, as vertentes econômica, sociológica e psicológica, que envolvem o tema do empreendedorismo no modelo de acumulação flexível de capital

Biografia do Autor

Eduardo Girão Santiago
Doutor em Sociologia. Professor Adjunto do Departamento de Ciências Sociais, Universidade Federal do Ceará (UFC).